Ação judicial garante participação de bancário em processo seletivo interno da Caixa

A ação foi movida pelo jurídico do Sindibancários

Um bancário da Caixa teve seu direito de participar de um processo seletivo interno garantido por uma liminar judicial conseguida por meio de ação movida pelo setor jurídico do Sindicato dos Bancários/ES. Por causa de um erro, constava no cadastro da instituição financeira que quando foi transferido de um setor para outro o trabalhador foi destituído de sua função a seu pedido, o que o impedia de participar do processo seletivo interno. Contudo, ele não tinha função nem fez esse pedido.

Segundo a 7ª Vara do Trabalho de Vitória, os e-mails anexados na ação comprovam o erro que estava prejudicando o bancário, que queria concorrer ao cargo de analista pleno, exercido em Brasília. Ao descobrir a impossibilidade de participar do processo seletivo, ele buscou encontrar uma solução para o problema dentro da própria Caixa, sem recorrer a meios judiciais, mas não conseguiu. Foi quando encontrou a diretora do Sindicato, Lizandre Borges, em uma de suas visitas à agência, e relatou a situação pela qual estava passando.

“Conversei com ela, que falou para procurar o Sindicato caso não conseguisse resolver o problema. Procurei o Sindibancários numa sexta-feira. Na segunda, já estava reunido com os advogados, levando a documentação necessária. O atendimento foi muito ágil e importante para conseguir a minha participação no processo seletivo”, diz o bancário.

O bancário foi aprovado no processo seletivo e mudará para Brasília.

“Vou trabalhar em uma área na qual já tenho uma certa experiência e minha expectativa é de crescer, de alcançar uma posição maior dentro da empresa, pois em Brasília há oportunidade maior para isso”, diz.

Imprima
Imprimir