Acordo Coletivo do Banestes é assinado

Na tarde desta quarta-feira, 04, no Palas Center, foi assinado o Acordo Coletivo do Banestes. Entre as conquistas específicas alcançadas pelos banestianos após 21 dias de greve estão a equiparação salarial entre o gerente de expediente e o gerente administrativo, a licença-paternidade de cinco dias úteis, a inclusão de uma cláusula no Acordo referente aos […]

Na tarde desta quarta-feira, 04, no Palas Center, foi assinado o Acordo Coletivo do Banestes. Entre as conquistas específicas alcançadas pelos banestianos após 21 dias de greve estão a equiparação salarial entre o gerente de expediente e o gerente administrativo, a licença-paternidade de cinco dias úteis, a inclusão de uma cláusula no Acordo referente aos 25% de gratificação semestral e plano odontológico com custeio de 50% da mensalidade limitado a R$ 25,00 por bancário. A proposta negociada também prevê reuniões trimestrais sobre a Banescaixa para apresentação do plano de custeio aos associados e eleição direta de um conselheiro representante.

Com a assinatura do acordo começa a compensação de horas referente aos dias parados. Os trabalhadores conquistaram abono de 78% das horas não trabalhadas em virtude da greve. O prazo para compensar as horas vai até dia 30 de novembro, um avanço em relação às negociações nacionais. Os bancários podem compensar até uma hora por dia, dependendo da real demanda de trabalho. O que não for compensado nesse período será abonado. “Mesmo não tendo revertido a compensação total dos dias de greve houve vantagens em relação ao Acordo nacional, pois a compensação assinada com a Fenaban será até 15 de dezembro”, afirma o diretor do Sindicato dos Bancários/ES, Jonas Freire.

Jonas Freire avalia o Acordo como positivo. “Foi um acordo vitorioso, apesar da conjuntura nacional e estadual, que são muito parecidas, marcadas por um endurecimento nas negociações e pela tentativa de impor aos bancários uma política de abono sem reposição da inflação. Contudo, conseguimos reverter isso”, diz. O diretor do Sindicato destaca a adesão dos bancários capixabas à greve. “Dentro da proporcionalidade, nosso Estado foi o que teve o maior número de agências fechadas. Parabéns a todos os trabalhadores e trabalhadoras por terem participado ativamente do movimento grevista”, parabeniza.

Quanto à PLR, os representantes dos trabalhadores cobraram o pagamento antecipado. Os representantes do Banestes afirmaram que estão fazendo os cálculos e, finalizando-os em tempo hábil, o dinheiro será depositado na sexta-feira, 06.

 

Imprima
Imprimir

Comentários