Acordo Coletivo do Banestes vai ser assinado nesta quarta-feira, 23

Nesta quarta-feira, às 10h, no edifício Palas Center, Centro de Vitória, representantes do Sindicato dos Bancários/ES e da diretoria do Banestes estarão reunidos para assinatura do Acordo Coletivo dos bancários do Banestes. “A assinatura deste acordo significa a concretização de importantes conquistas arrancadas na Campanha Salarial 2013, graças à unidade e ao esforço dos trabalhadores […]

Nesta quarta-feira, às 10h, no edifício Palas Center, Centro de Vitória, representantes do Sindicato dos Bancários/ES e da diretoria do Banestes estarão reunidos para assinatura do Acordo Coletivo dos bancários do Banestes.

“A assinatura deste acordo significa a concretização de importantes conquistas arrancadas na Campanha Salarial 2013, graças à unidade e ao esforço dos trabalhadores do banco, que, este ano, fizeram uma das maiores mobilizações da categoria”, afirma Jessé Alvarenga, diretor do Sindicato dos Bancários/ES e bancário do Banestes.

Jessé lembra ainda que a compensação de horas no Banestes vai ser de uma hora por dia, até 20 de novembro (na Fenaban a compensação vai até 15 de dezembro).

Principais conquistas dos bancários do Banestes

Para os bancários do Banestes, os 21 dias de greve garantiram:

– Todas as cláusulas definidas pela mesa da Fenaban, incluindo índice de reajuste, além de avanços importantes na pauta específica da categoria, como aumento de 10,46% no tíquete alimentação e refeição. Destaque para a extensão dos dois tíquetes para os bancários afastados pelo INSS por até 18 meses.

– Isenção de tarifas bancárias para contas correntes de empregados ativos. Com a conquista, será poupado cerca de 1% do salário de cada trabalhador, o que soma algo em torno de R$ 45 mil em tarifas que os bancários deixarão de pagar ao Banestes mensalmente.

– Seleção interna para todos os cargos (menos os de gerente geral e coordenador). Hoje, à exceção do auditor, não existe seleção interna no banco, mas, com essa possibilidade garantida na minuta, aumentam as oportunidades de crescimento dentro da instituição financeira.

– Gratificação semestral de 25%, que passa a incidir sobre a verba do acordo 2003/2004, gerando reajuste muito acima do definido na Convenção Nacional (que ficou entre 1,5% e 3,5%).

– O Banestes também se comprometeu a manter todas as demais cláusulas do Acordo Coletivo atual.

Imprima
Imprimir