Agência do Banco Mercantil de Linhares fecha e bancários ficam desempregados

Até o dia 27 de agosto a agência de Linhares funcionará somente para encerramento de contas ou transferência para a de Vitória

A agência do Banco Mercantil do Brasil de Linhares funcionará somente até 27 de agosto. Em virtude do fechamento, três funcionários foram demitidos, uma não pode ser mandada embora por estar de licença maternidade e outros dois receberam proposta de transferência para outras agências, ainda não definidas. O ocorrido aumenta os índices de desemprego na categoria bancária e gera insegurança para trabalhadores e trabalhadoras de outras agências, como a de Vitória, que agora é a única do Mercantil do Brasil no Espírito Santo.

“Eram cinco agências no Espírito Santo. Agora restará somente uma. O Mercantil do Brasil tem agido com muita falta de transparência, o que deixa os bancários e bancárias inseguros em relação ao futuro. Até o momento não deram nenhuma explicação para o fechamento da agência, alegando somente ser uma questão estratégica do banco, sem entrar em mais detalhes”, diz a diretora da Fetraf-RJ/ES, Andrea Queiroz.

Nem todas as pessoas que receberam proposta de transferência poderão aceitar, o que aumenta o número de desempregados.

“A transferência altera muito o cotidiano das pessoas não somente dos trabalhadores, mas também das pessoas com quem convivem. Alguns têm vida estabilizada em Linhares, não podem deixar a família, por exemplo, para vir para Vitória”, diz o diretor do Sindibancários, João Bosco Teixeira.

Até o dia 27 de agosto a agência de Linhares funcionará somente para encerramento de contas ou transferência para a agência de Vitória.

Imprima
Imprimir