Agências da Caixa funcionam sem banheiro para empregados

A Caixa tem inaugurado agências em diversas regiões do Estado sem disponibilizar banheiros privativos para os empregados. Em algumas unidades, os bancários precisam utilizar a pia da cozinha ou tanque da área de serviço para fazer a higiene bucal, já que o banco possui apenas banheiro público que é aberto a todos os clientes da […]

A Caixa tem inaugurado agências em diversas regiões do Estado sem disponibilizar banheiros privativos para os empregados. Em algumas unidades, os bancários precisam utilizar a pia da cozinha ou tanque da área de serviço para fazer a higiene bucal, já que o banco possui apenas banheiro público que é aberto a todos os clientes da agência. 

“Os bancários precisam de condições adequadas de trabalho e a existência de banheiros próprios é essencial para as questões de asseio e higiene no local de trabalho. É absurdo que agências com grande número de funcionários e clientes funcionem apenas com banheiro público”, critica a diretora do Sindicato dos Bancários/ES, Lizandre Borges.

O problema de falta de banheiros para funcionários ficou mais evidente depois que diversos municípios exigiram que as agências bancárias disponibilizassem banheiros e bebedouros para os clientes. Para se adequarem à regra, ao invés de construir uma nova unidade sanitária para os clientes, muitas agências apenas converteram o banheiro dos funcionários em locais de acesso público.

“É indispensável que a Caixa observe essa necessidade nos projetos arquitetônicos das agências. Será que um banco que gasta 70 milhões com patrocínio esportivo não tem recurso suficiente para construir um banheiro? Os bancários já convivem com diversos problemas estruturais nos locais de trabalho e agora não podem sequer utilizar um banheiro privativo para as suas necessidades”, destaca Lizandre.

Problemas estruturais são diversos

A falta de banheiros não é o único problema estrutural enfrentado pelos bancários. A Caixa tem expandido suas atividades em todo o país abrindo centenas de novas agências, mas não tem se preocupado em planejar um ambiente de trabalho com conforto e adequado às necessidades dos trabalhadores. Os tesoureiros, por exemplo, precisam desempenhar a função em espaços mínimos e até em corredores. Também não há espaço adequado para alimentação e descanso dos funcionários nas agências.

Imprima
Imprimir