Após mobilização dos bancários, Banestes abre negociação

A minuta de reinvindicações dos banestianos foi entregue ao banco ainda em junho. A mobilização dos bancários capixabas e a pressão do sindicato foram importantes para o banco abrir o diálogo.

Após mobilização dos bancários cobrando da direção do Banestes a abertura das negociações, a direção do banco deu retorno ao sindicato e agendou a primeira rodada para esta segunda-feira, 06, às 15h.

De acordo com Jonas Freire, Coordenador Geral do Sindibancários/ES, agora que a direção do Banestes, finalmente, rompeu o silêncio, a expectativa é que o banco negocie pra valer. “Esperamos que a abertura do diálogo represente uma real disposição do Banestes em negociar com a categoria. Diante da reforma trabalhista, queremos a garantia da manutenção do padrão de contratação dos bancários e dos nossos direitos previstos no acordo específico. Queremos uma proposta que traga avanços, não aceitaremos retrocessos”, afirma.

A minuta de reinvindicações dos banestianos foi entregue ao banco ainda em junho. A mobilização dos bancários capixabas e a pressão do sindicato foram fundamentais para o banco abrir o diálogo. Enquanto a Campanha Nacional já vai para a sexta rodada com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), o Banestes inicia somente agora o calendário de negociação.

No acordo específico há uma série de conquistas que não constam na Convenção Nacional e que os bancários vão lutar para manter como REV (Remuneração Estratégica Variável), licença saúde com direito à vale-alimentação e refeição por 24 meses, abono assiduidade de 4 dias, licença para acompanhar filhos menores em caso de internação por 30 dias, entre outras.

Imprima
Imprimir