Assine a petição pela realização da Auditoria da Dívida Pública, já!

A dívida pública brasileira bateu aumento recorde de 21,7% em 2015 e chegou a R$ 2,79 trilhões. Mas, que dívida é essa, quanto realmente o Brasil pegou emprestado, quem se beneficiou e quem são os credores? As respostas para essas e outras perguntas virão à tona somente com a Auditoria Cidadã da Dívida Pública. Aprovado […]

A dívida pública brasileira bateu aumento recorde de 21,7% em 2015 e chegou a R$ 2,79 trilhões. Mas, que dívida é essa, quanto realmente o Brasil pegou emprestado, quem se beneficiou e quem são os credores? As respostas para essas e outras perguntas virão à tona somente com a Auditoria Cidadã da Dívida Pública. Aprovado no Congresso, a presidente Dilma Rousseff (PT) vetou a proposta de auditoria. Agora, somente a mobilização da sociedade irá garantir a derrubada do veto pelos deputados e senadores.

Para pressionar os parlamentares, a Auditoria Cidadã da Dívida, organizou a campanha #Derruba o Veto e propõe que toda a sociedade assine a petição que será entregue aos parlamentares. Apesar de prevista na Constituição Federal, art. 26, de 1988, a auditoria foi aprovada pela primeira vez no Congresso somente em dezembro de 2015. Por isso, é fundamental a mobilização de todos para garantir esse direito. Para assinar a petição, basta acessar a página da Campanha e clicar em “Quero assinar”.

Dívida 

A dívida pública brasileira corresponde a empréstimos contraídos pelo Goveno junto a instituições financeiras públicas ou privadas, no mercado financeiro interno ou externo. Somente em 2015, o crescimento da dívida pública foi de R$ 498 bilhões e a elevação desse valor está relacionada principalmente com o pagamento dos juros, que somente em 2015 corresponderam a R$ 367,67 bilhões.

Auditoria, já!

A dívida pública corresponde ao maior gasto do Governo Federal e consome quase R$ 1 trilhão por ano do orçamento público. Até do dia 01 de dezembro de 2015, a dívida já havia consumido R$ 958 bilhões, ou seja, 46% do orçamento da União. Enquanto isso, áreas importantes como a Saúde e Educação têm apenas 4% do orçamento cada para executar as políticas públicas de atendimento à população.

“A auditoria da dívida pública está prevista constitucionalmente, há 28 anos, e, no entanto, a classe política insiste em não realizá-la. Isso reforça ainda mais os fortes indícios de que o pagamento da dívida pública no Brasil faz parte de um esquema de corrupção legalizada, com transferência de dívidas do setor privado para o poder público. Recentemente, o Tribunal de Contas da União apontou inúmeras irregularidades no sistema da dívida. A sociedade brasileira é quem paga essa conta e por isso tem o direito de saber qual é o real valor devido e quem são os verdadeiros beneficiados”, enfatiza o diretor do Sindibancários/ES, Carlos Pereira de Araújo (Carlão).

Além de assinar a petição, é importante também cobrar dos parlamentares capixabas que derrubem o veto de Dilma (PT). Envie e-mail solicitando que vote pela derrubada do veto presidencial à iniciativa 07BQ, do Objetivo 1095, do Programa 2039, do PPA 2016-2019: “Realização de auditoria da dívida pública com participação da sociedade civil”.

Deputados Federais capixabas

Carlos Manato (SD) – dep.carlosmanato@camara.leg.br
Evair de Melo (PV) – dep.evairdemelo@camara.leg.br
Lelo Coimbra (PMDB) – dep.lelocoimbra@camara.leg.br
Marcus Vicente (PP) – dep.marcusvicente@camara.leg.br
Paulo Folleto (PSB) – dep.paulofoletto@camara.leg.br
Dr. Jorge Silva (PROS) – dep.dr.jorgesilva@camara.leg.br
Sérgio Vidigal (PDT) – dep.sergiovidigal@camara.leg.br
Max Filho (PSDB) – dep.maxfilho@camara.leg.br
Givaldo Vieira (PT) – dep.givaldovieira@camara.leg.br
Helder Salomão (PT) – dep.heldersalomao@camara.leg.br

Senadores capixabas

Ricardo Ferraço (PMDB) – ricardo.ferraco@senador.leg.br
Magno Malta (PR) – magno.malta@senador.leg.br
Rose de Freitas (PMDB) – rose.freitas@senadora.leg.br

Imprima
Imprimir