Ato político e cultural abre comemoração dos 80 anos do Sindibancários/ES

Em janeiro o Sindicato dos Bancários/ES comemora 80 anos. Por isso, a entidade preparou um calendário de comemorações para o ano de 2014. As festividades têm início com um ato político e cultural que será realizado na terça-feira, 14, às 19h30, no Centro Sindical dos Bancários. Todos os bancários estão convidados para participar.  Um dos […]

Em janeiro o Sindicato dos Bancários/ES comemora 80 anos. Por isso, a entidade preparou um calendário de comemorações para o ano de 2014. As festividades têm início com um ato político e cultural que será realizado na terça-feira, 14, às 19h30, no Centro Sindical dos Bancários. Todos os bancários estão convidados para participar. 

Um dos pontos altos do ato político e cultural será o momento de agradecimento e reconhecimento àqueles que contribuíram para a trajetória de sucesso do Sindicato nas lutas em prol da categoria bancária e de toda a classe trabalhadora. Essas pessoas receberão uma placa de homenagem. 

“A comemoração dos 80 anos do Sindicato é motivo de orgulho para os bancários em virtude da trajetória de luta da categoria, sempre pautada na participação social, na solidariedade, com protagonismo no que diz respeito às atividades que envolvem não somente os bancários, mas também outras categorias e movimentos”, afirma o coordenador geral do Sindicato, Carlos Pereira de Araújo, o Carlão.

Ele destaca, ainda, a importância do resgate dessa memória de luta. “Os trabalhadores que conduziram o movimento sindical bancário no Espírito Santo nos deixaram um legado importante. Cabe a nós darmos prosseguimento a essa história e, inclusive, resgatá-la como forma de mostrar que muitas das conquistas de hoje são resultado de intensas lutas que marcaram a trajetória do Sindicato”, afirma Carlão.

O Sindicato dos Bancários/ES foi fundado em 12 de janeiro de 1934, com o nome Sindicato dos Bancários de Vitória. Neste ano aconteceu a primeira greve nacional dos bancários. A partir da segunda metade da década de 50 os bancários capixabas, por meio do Sindicato, iniciam uma trajetória de defesa de interesses que vão além da categoria bancária, unindo forças com toda a classe trabalhadora.

 

Imprima
Imprimir