Bancários aprovam por unanimidade proposta de minuta para Campanha Salarial

Bancárias e bancários capixabas aprovaram na manhã deste domingo a proposta de minuta de reivindicações da Campanha Salarial 2015. Defesa da jornada de seis horas, melhores condições de trabalho e o fim da terceirização são alguns dos principais eixos propostos. O V Congresso Estadual teve início na última sexta-feira, 26, e reuniu bancários e bancárias […]

Bancárias e bancários capixabas aprovaram na manhã deste domingo a proposta de minuta de reivindicações da Campanha Salarial 2015. Defesa da jornada de seis horas, melhores condições de trabalho e o fim da terceirização são alguns dos principais eixos propostos. O V Congresso Estadual teve início na última sexta-feira, 26, e reuniu bancários e bancárias de bancos públicos e privados do Espírito Santo.

A proposta de índice aprovada foi de 25,55%, sendo 9,17% referentes à inflação estimada do período (setembro de 2014 e agosto de 2015), e 15% referentes à lucratividade dos bancos e à rentabilidade dos seus patrimônios líquidos. Para a PLR, a defesa é de 25% distribuído linearmente para todos os bancários.

O Congresso também tirou como eixo político a defesa da auditoria da dívida pública brasileira e a ratificação da Convenção 158 da Organização Internacional do Trabalho (OIT). As propostas aprovadas no Congresso Estadual serão encaminhadas para a Conferência Regional dos bancários do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, que acontece no próximo dia 04 de julho, em Macaé. Caso sejam aprovadas, seguem para a Conferência Nacional da categoria.

A proposta de minuta foi aprovada por unanimidade pelo plenário. “Pela participação efetiva dos bancários e bancárias no Congresso, tenho certeza de que faremos uma Campanha Salarial organizada e forte, apesar da atual conjuntura de crise econômica”, destaca o coordenador geral do Sindibancários/ES, Jessé Alvarenga.

Confira os eixos da Campanha:

  • Índice do reajuste de 25,55%
  • PLR Linear de 25% para todos os bancários
  • Piso do Dieese
  • Promoção de igualdade de oportunidades
  • Defesa da jornada de 6 horas
  • Fim das metas
  • Reposição das perdas salariais
  • Defesa do emprego
  • Saúde do trabalhador
  • Segurança bancária
  • Isonomia
  • Ampliação imediata do número de empregados
  • Estatização do Sistema Financeiro
  • Auditoria da Dívida Pública
  • Ratificação da Convenção 158 da OIT
  • Arquivamento do PL 4330 (PLS 30/2015)

Famílias

O V Congresso Estadual da categoria também teve o envolvimento de muitas famílias.  No evento, foi garantida a creche para crianças de 03 a 10 anos e no caso de crianças abaixo de três anos, os bancários tiveram direito de levar uma babá ou um familiar para auxiliar no cuidado com a criança.

Bancário do BB, Francisco Betini Intra participou do Congresso pela primeira vez e trouxe a esposa e a filha, de um ano. “Esse é um importante espaço para discutir as reivindicações da categoria e também de confraternização com nossos colegas. Poder trazer a família foi a melhor coisa, pois minha esposa acaba interagindo  com meus amigos e conhece um pouco mais do meu trabalho”, destacou.

Para Alba Francisco, esposa de Betini, estar no Congresso com a filha garantiu que a família ficasse junta “O Congresso é um espaço importante para ele e nossa vinda permitiu que ele participasse  dos debates e também que ficássemos juntos”.

 C  7761

 

Imprima
Imprimir

Comentários