Bancários cobram proposta do BB

Em negociação na sexta-feira, 18, a Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil cobrou da representação patronal uma proposta que contemple as reivindicações dos bancários. Sobre o Plano de Carreira e Remuneração (PCR), foi cobrado do banco a melhoria nas tabelas de antiguidade e mérito, com debate  sobre a inclusão dos escriturários na […]

Em negociação na sexta-feira, 18, a Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil cobrou da representação patronal uma proposta que contemple as reivindicações dos bancários. Sobre o Plano de Carreira e Remuneração (PCR), foi cobrado do banco a melhoria nas tabelas de antiguidade e mérito, com debate  sobre a inclusão dos escriturários na carreira de mérito, como forma de valorização de todos os funcionários da empresa.

A Comissão cobrou do BB a nomeação dos caixas executivos que vêm exercendo a função nas agências e plataformas do PSO mas sem nomeação, o que traz prejuízos no recebimento de férias, 13º e adiantamentos. Os bancários reivindicam que todo funcionário que abrir terminal de caixa receba a respectiva gratificação na folha de pagamento. Conforme relatado ao banco durante as negociações, é comum que gerentes de serviço e outros funcionários façam o serviço de caixa sem receber a gratificação, mas assumindo os riscos da função.

Outra reivindicação debatida foi o pagamento de auxílio-refeição para o trabalho extraordinário nos finais de semana e feriados, na forma de adiantamento ou ressarcimento. Sobre os processos seletivos, concorrência e substituições, a representação dos funcionários cobrou mais transparência nas nomeações.  

Mais contratações

Os representantes dos funcionários novamente reivindicaram a reposição dos funcionários que saíram no plano de aposentadoria. As vagas não estão sendo repostas e isso tem agravado as precárias condições de trabalho em todas as unidades. A Comissão denunciou as ameaças de retaliação a funcionários por parte de superintendentes regionais e estaduais quanto a ações judiciais e movimento grevista. O BB disse que vai apurar as denúncias.

Com informações da Contraf

Imprima
Imprimir

Comentários