Bancários da Caixa realizam manifestação por contratação de concursados

Os empregados da Caixa Econômica Federal e os concursados aprovados que aguardam a convocação para ingressar no banco, através das entidades representativas dos bancários, realizam nesta quinta-feira, 6 de agosto, atividades de mobilização da campanha “Mais empregados para a Caixa, mais Caixa para o Brasil”. Na Grande Vitória, estão previstas duas manifestações: pela manhã, a […]

Os empregados da Caixa Econômica Federal e os concursados aprovados que aguardam a convocação para ingressar no banco, através das entidades representativas dos bancários, realizam nesta quinta-feira, 6 de agosto, atividades de mobilização da campanha “Mais empregados para a Caixa, mais Caixa para o Brasil”.

Na Grande Vitória, estão previstas duas manifestações: pela manhã, a partir das 10h, na Agência Vila Velha, no Centro; à tarde, a partir das 14h30, na Agência Praia do Canto, na Reta da Penha, em Vitória. Estão previstas também ações nas redes sociais com uso da hashtag #MaisEmpregadosJá.

 

A carência de pessoal é uma realidade em todas as unidades da Caixa, o que traz sobrecarga de trabalho e adoece os bancários, além de prejudicar o atendimento à população. Basta olhar nas agências os inúmeros guichês de atendimento vazios e as cadeiras cheias de clientes.

 

No final de 2014, a Caixa tinha 101 mil empregados. Mas neste ano, por meio do Plano de Apoio à Aposentadoria (PAA), quase três mil trabalhadores deixaram o banco, aumentando a carência de pessoal.

 

No Espírito Santo, foram 107 desligamentos através do PAA. Enquanto isso, 605 concursados aguardam a convocação nos polos de Cachoeiro de Itapemirim, Colatina e Vitória. Do último concurso, cuja validade terminaria em julho último, mas foi prorrogada até julho de 2016, apenas 41 pessoas foram admitidas no Estado. 

 

A Caixa tem mais de 80 milhões de correntistas e poupadores. Além disso, é no banco que são pagos, todos os dias, milhões de benefícios do Bolsa Família, seguro-desemprego, PIS, abono salarial e as aposentadorias e pensões do INSS. Em média, no país, cada agência tem 17 trabalhadores para dar conta de todo esse serviço. No Espírito Santo, essa média cai para oito empregados.

 

Os resultados da Caixa mostram que o banco tem condições de aumentar o número de empregados para melhor atender à população. No ano passado, foram R$ 6,7 bilhões de lucro líquido. Só entre janeiro e março de 2015, mais de R$ 1,5 bilhão. Resultados que vieram graças ao empenho dos empregados e à confiança que milhões de brasileiros depositam há 154 anos na Caixa.

 

A campanha “Mais empregados para a Caixa, mais Caixa para o Brasil” é desenvolvida pelo Sindicato dos Bancários, Associação do Pessoal da Caixa (APCEF), Fenae, Contraf e Comissão Executiva dos Empregados.

Imprima
Imprimir