Bancários do Banestes aprovam minuta específica

O documento será entregue amanhã à direção do banco, em ato que marcará o lançamento da Campanha no Espírito Santo.

Bancários e bancárias do Banestes se reuniram em assembleia na noite desta terça-feira, 19, e aprovaram a minuta de reivindicações específica da Campanha Nacional 2018. A atividade foi realizada no auditório do Sindicato, em Vitória. O documento será entregue amanhã à direção do banco, em ato que marcará o lançamento da Campanha no Espírito Santo.

O coordenador geral do Sindicato, Jonas Freire, destaca a importância de fortalecer a mobilização da categoria para que os bancários saiam vitoriosos da negociação estadual e da nacional. “Vamos lutar por valorização, pela garantia do emprego, pela manutenção do nosso acordo e dos nossos direitos. A reforma trabalhista nos coloca o desafio de fazer uma campanha com novas estratégias e maior disposição de luta. Precisamos de uma greve forte e contamos com todos os bancários e bancárias. Juntos, faremos mais”, diz Jonas.

O Sindicato entregará ao banco um pré-acordo para garantir que as cláusulas do ACT continuem vigorando até que sejam concluídas as negociações. Diferente dos anos anteriores, quando prevalecia a ultratividade da norma – extinta pela reforma trabalhista –, todas as cláusulas previstas no ACT podem ser suspensas caso o acordo não seja renovado até a véspera da data-base da categoria, em 31 de agosto. “Daí a centralidade de fazer uma campanha forte”, salienta Jonas.

 

Confira algumas das reivindicações econômicas e sociais

  • Índice de reajuste de 15% mais inflação do período.
  • Reposição das perdas salariais de setembro de 1994 a 2018.
  • Pagamento de 14º salário.
  • O Acordo Coletivo continuará válido até o final das negociações e celebração do novo acordo.
  • Criação de comissão paritária para revisão e reformulação da ECR.
  • Contratação de mais bancários.
  • Manutenção do Banestes 100% público e estadual.
  • Contribuição do banco à Banescaixa, no mínimo, de forma paritária, e na forma de percentual, na mesma proporção das contribuições dos empregados ativos, aposentados e seus dependentes do Sistema Financeiro Banestes.
  • Não contratação de bancários terceirizados em atividade fim ou por meio de outros modelos de contrato, como autônomos, intermitentes, temporários, a tempo parcial e 12×36.
  • Garantia da jornada de seis horas.
  • O Banestes se obriga a manter o controle das doenças ocupacionais e acidente do trabalho ocorridos nas suas dependências, bem como o reconhecimento dos acidentes de trajeto.
Imprima
Imprimir