Bancários do Banestes aprovam proposta de Acordo

Após 21 dias de greve e intensa mobilização, os banestianos aprovaram proposta de Acordo Coletivo com o Banestes em assembleia realizada na noite desta quarta-feira, 09, no Centro Sindical dos Bancários/ES.  O Acordo garante todas as cláusulas definidas pela mesa da Fenaban, incluíndo índice  de reajuste, além de avanços importantes na pauta específica da categoria, […]

Após 21 dias de greve e intensa mobilização, os banestianos aprovaram proposta de Acordo Coletivo com o Banestes em assembleia realizada na noite desta quarta-feira, 09, no Centro Sindical dos Bancários/ES.  O Acordo garante todas as cláusulas definidas pela mesa da Fenaban, incluíndo índice  de reajuste, além de avanços importantes na pauta específica da categoria, como aumento de 10,46% no tíquete alimentação e refeição – com diferença de 1% acima de qualquer proposta superior feita pela Fenaban – e extensão dos tíquetes para os bancários afastados pelo INSS por até 18 meses. A minuta passa a vigorar a partir de primeiro de setembro.

“É o terceiro ano consecutivo que a mobilização dos banestianos garante conquistas importantes. Essa foi uma greve forte, com grande adesão dos bancários. Ainda temos itens que não foram contemplados, mas saímos vitoriosos desse processo de mobilização”, afirma Jessé Alvarenga, diretor do Sindicato dos Bancários/ES.

A contraproposta da instituição financeira estadual prevê reajuste salarial de acordo com o estabelecido na Convenção Coletiva de Trabalho dos Bancários, com amplitude de abrangência definida pela mesma. No que diz respeito ao vale refeição e cesta alimentação, esses benefícios serão reajustados pelo índice acumulado do IPCA Alimentação, no percentual de 10,46%, garantindo diferença de 1% acima de qualquer proposta superior feita pela Fenaban. De acordo com a proposta, tanto o vale-refeição quanto a cesta-alimentação serão fornecidos, durante 18 meses, para empregados afastados pela Previdência Social.

Em relação à compensação dos dias de greve, ela será feita na proporção de 50% da que for definida na Convenção Nacional dos Bancários, com prestação de jornada suplementar de trabalho. Outro item incluso na contraproposta é a isenção de tarifas bancárias para contas correntes de empregados ativos, acrescida da isenção da tarifa de anuidade do Banescard, além de seleção interna para todos os cargos, menos os de gerente geral e coordenador. O Banestes também se compromete a manter todas as demais cláusulas do Acordo Coletivo atual.

A contraproposta também prevê unificação de todas as verbas de caráter salarial em uma única verba, por meio do somatório de valores correspondentes às verbas “Salário Nominal”, “Compl. Salário Acordo 08/92”, “Compl. Salário Acordo 2003/2004 S/IGS”, “Compl. Salário Acordo 2004/2005”, “Complementação Salário CCT 2008/2009”, “Compl. Salário/ Ajuste de Mercado”, “Ajuste Mercado Sindiadvogados” e “Complemento Piso Salarial”, com incidência da verba Incorporação de Gratificação Semestral (IGS), no percentual de 25% sobre o total dessa verba totalizadora.

Imprima
Imprimir