Bancários do Banestes pedem “fim do terror” e cobram melhores condições de trabalho em Guaçuí

O ano de 2014 começou com luta por melhores condições de trabalho no Banestes. Nesta sexta-feira, 03, o Sindicato dos Bancários/ES realizou uma Ação Sindical na agência Guaçuí, no Sul do Estado, para denunciar as práticas de gestão autoritária na unidade. Com faixas e panfletos, os bancários dialogaram com a população e pediram o “fim […]

O ano de 2014 começou com luta por melhores condições de trabalho no Banestes. Nesta sexta-feira, 03, o Sindicato dos Bancários/ES realizou uma Ação Sindical na agência Guaçuí, no Sul do Estado, para denunciar as práticas de gestão autoritária na unidade. Com faixas e panfletos, os bancários dialogaram com a população e pediram o “fim do terror” dos gestores. A abertura da agência foi retardada até às 13 horas. 

“Os bancários trabalham sob forte estresse e sobrecarga. A cobrança de metas na agência é excessiva, expondo os funcionários a situações desrespeitosas. São muitas as reclamações em relação aos gestores locais, e essa situação tem levado e um adoecimento cada vez maior da categoria”, afirma Jessé Alvarenga, bancário do Banestes e diretor do Sindicato/ES.

Na próxima segunda-feira, às 10 horas, acontecerá uma reunião entre o Sindicato, a direção do banco e a Superintendência Regional Sul para discutir os problemas da agência Guaçuí. De acordo com Jessé, o Sindicato já enviou ofício relatando o problema o banco, mas não houve mudança no comportamento da gerência. “Esperamos que, dessa vez, o banco tome medidas efetivas para garantir melhores condições de trabalho aos empregados”, conclui.

Imprima
Imprimir