Bancários do Banestes são convocados para plenária sobre reajuste na Banescaixa

O Sindicato dos Bancários/ES convoca todos os empregados do Banestes para uma plenária que discutirá o reajuste de 28,71% na Banescaixa. A atividade será realizada nesta quinta-feira, 29, às 18 horas, no Centro Sindical dos Bancários/ES. A contribuição dos banestianos foi reajustada na última reunião do Conselho Deliberativo da Banescaixa, com unanimidade de votos dos conselheiros, […]

O Sindicato dos Bancários/ES convoca todos os empregados do Banestes para uma plenária que discutirá o reajuste de 28,71% na Banescaixa. A atividade será realizada nesta quinta-feira, 29, às 18 horas, no Centro Sindical dos Bancários/ES. A contribuição dos banestianos foi reajustada na última reunião do Conselho Deliberativo da Banescaixa, com unanimidade de votos dos conselheiros, inclusive dos eleitos pelos bancários. A decisão está sendo criticada pela categoria, já que não houve discussão com a base dos empregados ou com o Sindicato.

No ano passado, esse mesmo Conselho aprovou um reajuste de cerca de 12% no plano, também sem discussão com a categoria. Somado ao reajuste deste ano, os banestianos tiveram um acréscimo de mais de 40% no valor do plano, enquanto o reajuste da categoria no Acordo 2013/2014 foi de apenas 8%, sendo 8,5% no piso salarial.

Contribuição do Banestes é pequena

A postura do Banestes tem sido de diminuir a cada dia a sua responsabilidade com a Banescaixa. “Os bancários comprometem até 30% da sua renda para pagar a Banescaixa, enquanto a contribuição do banco é mínima. O Banestes precisa assumir a sua responsabilidade em relação à saúde de seus empregados. Convidamos todos os bancários e bancárias para comparecer à plenária e discutir o futuro do nosso plano”, convida Jessé Alvarenga, diretor do Sindicato dos Bancários/ES.

A plenária irá discutir medidas políticas e jurídicas que podem ser tomadas pela categoria para garantir o direito dos banestianos.

Banescaixa

Há anos os bancários do Banestes enfrentam problemas com a Banescaixa. Desde 2009, ao invés do percentual de 3,5% sobre os salários, a contribuição passou a ser calculada de acordo com a faixa etária, variando atualmente de R$ 94,50 – para quem tem até 18 anos – a R$ 567,00 – para quem tem 59 anos ou mais. A tabela dos dependentes também foi alterada, com a adoção dos mesmos valores e faixas dos titulares. Além disso, em 2001, o Banestes deixou de contribuir financeiramente com o plano dos aposentados, que desde então pagam o valor integral.

Para o diretor do Sindicato, Jonas Freire, além do valor de reajuste ser inadmissível, a cobrança por faixa etária prejudica os bancários que ganham menos. “O plano deixa de ser solidário, de modo que os bancários com menores salários pagam mais, e os com maiores salários pagam menos”, explica.

Contribuição percentual

É importante lembrar que nos bancos públicos federais o modelo de contribuição continua sendo por percentual. No Banco do Brasil (Cassi), o patrocinador contribui com 4,5%, inclusive sobre os proventos dos aposentados. Já a contribuição dos associados é de 3% sobre o salário.

Já na Caixa (Saúde Caixa), o patrocinador contribui com percentual mínimo de 3,5% sobre as despesas com pessoal, incluindo encargos sociais. O associado por grupo familiar contribui com mensalidade de 2% da remuneração básica.

Bancários devem resistir

Em 2009, as alterações no Plano tiveram voto contrário do representante eleito pelos empregados, Jessé Alvarenga. “O Sindicato tomou diversas medidas na tentativa de reverter as mudanças arbitrárias. Com a resistência da categoria, o Banestes foi obrigado a fazer um aporte de recurso na Banescaixa, assumindo a sua responsabilidade com o plano”, lembra Jessé.

Na época, dias após a adoção da nova tabela, o Sindicato mobilizou a categoria realizando um grande movimento, que resultou no aporte de recursos pelo banco. “Não podemos aceitar essa alteração, temos que continuar resistindo”, conclui Jessé.

Imprima
Imprimir