Bancários do BB conquistam limitação de acesso ao PIN

Após reivindicação dos bancários e bancárias, durante a Mesa Temática sobre a Forma de Cobrança de Metas, o Banco do Brasil anunciou que restringirá aos administradores o acesso ao aplicativo Painel de Informações Negociais (PIN). Usado indevidamente como critério de seleção, o PIN caracteriza uma forma de ranqueamento entre os funcionários. A mudança já foi […]

Após reivindicação dos bancários e bancárias, durante a Mesa Temática sobre a Forma de Cobrança de Metas, o Banco do Brasil anunciou que restringirá aos administradores o acesso ao aplicativo Painel de Informações Negociais (PIN). Usado indevidamente como critério de seleção, o PIN caracteriza uma forma de ranqueamento entre os funcionários.

A mudança já foi encaminhada à Diretoria de Tecnologia para os ajustes necessários no sistema. A limitação do acesso ao Painel, que é liberado para qualquer funcionário, é uma das demandas dos bancários da área negocial levadas pela Contraf, federações e sindicatos à Mesa Temática.

“Mais uma vez está comprovada a pressão que os bancários e bancárias do BB sofrem. Como funciona atualmente, esse aplicativo caracteriza um assédio da estrutura. Mudar essa forma de monitoramento é necessário e urgente. Esse é um importante passo, mas ainda há outros pontos importantes no modelo de gestão de pessoas do BB que precisam ser mudados para melhorar as condições de trabalho no Banco”, enfatiza a diretora do Sindibancários/ES, Goretti Barone.

O debate sobre as formas de cobrança de metas e a forma de coibir os abusos praticados nos locais de trabalho foi realizado no dia 04 de dezembro do ano passado, durante a reunião da Contraf, assessorada pela Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, com a direção do BB.

Com informações da Contraf.

Imprima
Imprimir