Bancos pressionados pela forte greve convidam para nova negociação

No quarto dia da greve nacional da categoria bancária e com 9.379 agências e centros administrativos de bancos paralisados no país, a Fenaban convidou os bancários para uma nova rodada de negociação. A reunião com o Comando Nacional dos Bancários será realizada nesta sexta-feira, 03, às 17 horas, em São Paulo. Pressionados pelo forte movimento […]

No quarto dia da greve nacional da categoria bancária e com 9.379 agências e centros administrativos de bancos paralisados no país, a Fenaban convidou os bancários para uma nova rodada de negociação. A reunião com o Comando Nacional dos Bancários será realizada nesta sexta-feira, 03, às 17 horas, em São Paulo. Pressionados pelo forte movimento grevista, a Caixa e o BB também chamaram para nova negociação nesta sexta-feira, às 18 horas, também na capital paulista.

Nossa greve está forte. Os trabalhadores bancários estão indignados com as péssimas condições de trabalho a que são submetidos. Pressionados, os bancos marcaram uma nova rodada de negociação e esperamos que seja para apresentar propostas que atendam às reivindicações econômicas e não econômicas. Nossa luta não é apenas por salário digno, mas queremos melhores condições de trabalho e valorização da categoria”, destaca o coordenador geral do Sindibancários/ES, Carlos Pereira de Araújo (Carlão), que representa o Estado e a Intersindical no Comando Nacional dos Bancários.

As novas rodadas de negociações ocorrem no momento em que a greve nacional está crescendo em todo o país. Nesta quinta-feira, 02, somente no Espírito Santo as paralisações atingiram 240 agências de bancos públicos e privados, sendo 53 a mais que no primeiro dia de paralisação que teve início na última terça-feira.

Propostas

Os bancários entraram em greve após rejeição da segunda proposta apresentada pelos bancos, que elevou o índice de reajuste de 7% para 7,35% (0,94% de aumento real) para os salários e demais verbas salariais e de 7,5% para 8% (1,55% acima da inflação) para os pisos. A proposta dos banqueiros também desconsiderou as reivindicações de saúde e condições de trabalho, emprego, igualdade de oportunidades e segurança.

Calendário de mobilização

Na próxima segunda-feira, 06, o Sindicato dos Bancários/ES realiza plenárias para avaliar a primeira semana de paralisação de categoria e discutir as estratégias de organização da greve. Na terça-feira, 07, o Sindicato convoca assembleia geral para deliberar sobre as estratégias de greve, que incluem a liberação ou fechamento do autoatendimento das agências. A assembleia será no Centro Sindical dos Bancários/ES, às 17 horas.

06/10 – Plenárias 17h – Bancários dos bancos privados, Banestes e Bandes.

Local: No Sindicato (Rua Wilson Freitas, 93, Centro, Vitória)

17h30 – Bancários do BB e da Caixa Local: Centro Sindical dos Bancários (Rua Ithobal Rodrigues Campos, 125 – Forte São João – Vitória/ES)

• 07/10 – Assembleia Geral

Horário: 17 horas

Local: Centro Sindical dos Bancários Rua Ithobal Rodrigues Campos, 125 – Forte São João – Vitória/ES.

Veja as principais reivindicações da Campanha Nacional 2014.

Com informações da Contraf. 

Imprima
Imprimir