Bandes quer eliminar postos de trabalho com novo PDI

O banco anunciou a elaboração de um novo Programa de Demissão Incentivada (PDI) com o objetivo de reduzir o quadro de funcionários, apesar da sobrecarga de trabalho enfrentada pelos bancários

O Bandes anunciou nesta terça-feira, 13, que irá implementar até o final deste ano um Programa de Demissão Incentivada (PDI) para seus empregados. Apesar de beneficiar os bancários já aposentados e que desejam sair do banco, o PDI faz parte de uma política de redução do quadro pessoal do banco, intensificando o déficit de funcionários já existente.

De acordo com o presidente do Bandes, Aroldo Natal, o banco tem hoje 193 empregados e a proposta é cortar cerca de 40 desses cargos. Em Campanha Salarial por melhores condições de trabalho, os bancários e bancárias do Bandes também lutam pela contratação de mais empregados.

“Com a saída desses 40 funcionários, certamente vai haver uma concentração maior de trabalho por empregado, gerando sobrecarga e piorando as condições de trabalho. Isso é muito preocupante, uma vez que o Bandes, em comparação com outros bancos, ainda consegue manter um ambiente de trabalho menos adoecedor para seus empregados. Não queremos que isso se agrave. O banco deve garantir a imediata reposição desses quadros através de concurso público, para que as demissões não afetem o cotidiano dos bancários e bancárias”, diz Ivaldo Albano, diretor do Sindibancários e empregado do Bandes.

Imprima
Imprimir

Comentários