Sindibancários/ES paralisa agências do Banestes no Norte do Estado

O Sindibancários/ES paralisou na manhã desta sexta-feira, 27, a agência e superitendência do Banestes de São Mateus e as unidades de Linhares e Colatina. O protesto é contra a retaliação sofrida pelos trabalhadores e trabalhadoras dessas agências após a greve dos bancários na Campanha Salarial 2015. O Banestes desmarcou as férias dos funcionários que estavam previstas […]

O Sindibancários/ES paralisou na manhã desta sexta-feira, 27, a agência e superitendência do Banestes de São Mateus e as unidades de Linhares e Colatina. O protesto é contra a retaliação sofrida pelos trabalhadores e trabalhadoras dessas agências após a greve dos bancários na Campanha Salarial 2015.

O Banestes desmarcou as férias dos funcionários que estavam previstas para dezembro e janeiro e cancelou os abonos assiduidade garantidos no Acordo Coletivo, numa clara ação antissindical. Outra medida autoritária foi a mudança repentina de diversos bancários e bancárias de setor.

“Por causa dessa atitude da administração do Banestes os trabalhadores e trabalhadoras resolveram paralisar nesta sexta-feira as agências Linhares e Colatina, além da Superintendência Regional Norte, em São Mateus. Tentamos conversar com a administração, fizemos reuniões para pedir a revogação das medidas autoritárias tomadas pelo banco. Falaram que iam reverter, mas não reverteram. A solução foi fazer a ação sindical como forma de mostrar nossa insatisfação”, afirma o diretor do Sindibancários, Jonas Freire.

Para o coordenador geral do Sindibancários, a postura do Banestes é inaceitável. “É inadmissível que o banco adote uma prática antissindical. A greve é uma garantia constitucional, um instrumento legal de luta de todas as categorias profissionais por melhores condições de trabalho”, destaca o sindicalista.

Imprima
Imprimir

Comentários