Banestes se recusa a chamar concursados

Banco amplia número de contratados sem concurso público no alto escalão

Por meio de alteração estatutária, o Banestes estendeu as permissões de contratação de empregados externos ao quadro do banco para os cargos de consultor, assessor, economista e gerente geral. Dessa forma, o banco vem ampliando contratações sem concurso público, mesmo com concursados aguardando convocação. Antes, apenas assessores e secretários executivos podiam ser contratados dessa forma.

Sindicato cobra seleção interna

“Existem muitos trabalhadores no banco com experiência e capacidade técnica para ocupar os cargos. Seria mais transparente realizar seleções internas, com critérios definidos, para proceder às
nomeações”, defende Jessé Alvarenga, diretor do Sindibancários/ES. Para o Sindicato, nomeações de quadros externos podem favorecer o uso político da alta gestão do banco e até mesmo um alinhamento do Banestes ao mercado, m detrimento do interesse público.

Contratações externas são observadas pela entidade desde meados de 2017,quando o Banestes contratou dois superintendentes que não eram empregados o banco. As superintendências são postos de chefia e de confiança normalmente direcionados a empregados de carreira. Na época, Josedi Cícero Barcelos foi admitido como Analista Econômico Financeiro para exercer a função de Superintendente de Negócios de Pessoa Jurídica, e Tiago Cunha Ferreira, empregado cedido pelo Tribunal de Justiça do Estado, foi nomeado como Superintendente Jurídico do Banestes. Os atos administrativos que autorizaram as contratações foram assinados pelo presidente do banco, Michel Sarkis. Nenhum prestou concurso público para ingressar no Banestes.

Escassez de empregados

O Sindicato considera urgente a convocação dos concursados. “A carência de pessoal é geral. Há funcionários que passaram em seleção interna e não conseguem ser transferidos porque falta empregado para ocupar o seu cargo de origem. Muitos estão sobrecarregados em seus locais de trabalho”, destaca Jonas Freire, coordenador geral do Sindicato. O resultado do último concurso foi homologado em julho, mas ninguém foi convocado.

Imprima
Imprimir