Bloco em defesa de serviço público de qualidade leva centenas de manifestantes para as ruas

Na manhã desta quarta-feira (26), centenas de manifestantes entre representantes de sindicatos, de movimentos sociais e servidores públicos ocuparam as ruas do centro de Vitória com o bloco “Aperta que ele solta”. Vestidos ao estilo de carnaval, com chapéus e máscaras, eles foram para as ruas com cartazes e faixas protestar contra a falta de […]

Na manhã desta quarta-feira (26), centenas de manifestantes entre representantes de sindicatos, de movimentos sociais e servidores públicos ocuparam as ruas do centro de Vitória com o bloco “Aperta que ele solta”. Vestidos ao estilo de carnaval, com chapéus e máscaras, eles foram para as ruas com cartazes e faixas protestar contra a falta de investimentos, a corrupção, o sucateamento no serviço público estadual e a desvalorização do servidor público.

Com o tema “Em defesa do serviço público de qualidade”, a manifestação teve início no Parque Tancredão. O Sindicato dos Bancários/ES levou para as ruas o Comando de Caça aos Corruptos (CCC), que durante o ato “desinfetou” as escadas do Palácio Anchieta e o Palácio da Fonte Grande. Políticas públicas de qualidade foram uma das principais reivindicações dos manifestantes, como destacou o coordenador geral do Sindibancários/ES, Carlos Pereira de Araújo, o Carlão.

“O centro desse protesto é discutir políticas públicas de qualidade nesse governo, e isso começa com a valorização do servidor público. Essa luta é justa, necessária e interessa a todos nós como trabalhadores. Além disso, protestamos contra a sonegação fiscal criminosa, que já soma mais de 20 bilhões de reais sonegados e beneficia empresas que financiam as campanhas eleitorais de candidatos a governador e deputados estadual e federal. Começou na era Paulo Hartung e continua com o governo Casagrande”, disse Carlão.

Os manifestantes seguiram ao som de tambores e de marchinhas sobre a violência, a falta de investimentos na educação, na saúde e as péssimas condições de trabalho dos servidores públicos. No bloco do Sindsaudeprev, os manifestantes carregaram bonecas para representar a reivindicação por auxílio creche. “Vamos entregar um documento para o governo com as nossas reivindicações principais, que são auxílio creche, retorno e aumento do auxílio alimentação e regulamentação da insalubridade. Queremos abrir as portas do governo para os trabalhadores”, frisou a diretora do Sindsaudeprev, Eliane Mauro.

Durante o percurso, foi distribuído para a população o Manifesto pela Valorização do Serviço Público. “Nossa pauta de reivindicações é extensa. Um dos pontos é que o governo trate os servidores igualmente. Também lutamos pelo auxílio alimentação, auxílio creche, pagamento de insalubridade e reposição inflacionária com uma data base fixa, porque hoje temos uma data variável onde o servidor é prejudicado. Queremos respeito do governador e dos prefeitos”, enfatizou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos do Estado do Espírito Santo (Sindipúblicos), Gerson Correia de Jesus.

O Movimento de População de Rua do Espírito Santo também marcou presença no protesto. “Hoje, apoiamos os movimentos que também participam da nossa luta, que é por saúde, habitação e melhorias para a população de rua. Somos muito discriminados, principalmente pela ausência de políticas públicas do Estado”, disse o representante do movimento, Tiago da Silva Quintanilha. Os manifestantes também carregaram marmitas na cabeça representando a luta por auxílio refeição. O protesto terminou no Palácio da Fonte Grande, no centro de Vitória.

Veja galeria de fotos

Imprima
Imprimir