Caixa anuncia novo PDV e fechamento de agências

Com total empenho em desmontar o maior banco público do país, o governo também anunciou o fechamento de agências e postos de atendimento.

A Caixa anunciou que irá reabrir, ainda nesta semana, o Programa de Demissão Voluntária (PDV). Com total empenho em desmontar o maior banco público do país, o governo também anunciou o fechamento de agências e postos de atendimento. O governo insiste em “justificar” os ataques ao banco como medidas necessárias para manter a estabilidade do banco. No entanto, o lucro bilionário da Caixa faz dela uma das empresas públicas mais rentáveis do país.

Após dois PDV’s realizados em 2017, foram 7.300 empregados desligados da Caixa. A meta do governo é cortar mais 2.700, desligando assim, no total, 10 mil empregados. Hoje, a Caixa conta com cerca de 87 mil bancários, o que já representa um alto déficit para o único banco presente em quase todos os 5.570 municípios brasileiros. Ao todo são 3.400 agências, após o fechamento de 100 unidades em 2017.

Por um lado, bancários e bancárias sofrem com a sobrecarga de trabalho. Por outro, a população é penalizada ao ter que enfrentar longa espera nas filas. O resultado dessa combinação é a destruição da Caixa como banco público forte, rentável e que há 157 anos presta serviço de qualidade aos brasileiros.

“Mais uma vez, não houve sequer um diálogo com as entidades que representam os bancários sobre um novo PDV. A arbitrariedade e o desrespeito aos empregados são marcas dessa gestão, que, a serviço do governo Temer, destroe a Caixa para entregá-la ao capital privado. No último concurso, dos 30 mil candidatos aprovados a Caixa contratou apenas 2 mil empregados. Com grande demanda de serviços, sem reposição do quadro funcional e mais um PDV o resultado será a intensificação da sobrecarga de trabalho e do adoecimento de bancários e bancárias. Precisamos resistir e nos organizamos para barrar esse retrocesso e a entrega do banco ao setor privado”, enfatiza a diretora do Sindibancários/ES, Lizandre Borges.

PDV é golpe contra bancários

A reabertura do PDV é mais um golpe do governo contra os bancários e bancárias da Caixa. Além de impor uma sobrecarga de trabalho aos empregados que continuam na ativa, o governo vem tomando uma série de medidas que atacam os direitos dos bancários. Dentre as principais medidas desse pacote de maldades está a aprovação do novo estatuto, no final deste mês, que estabelece um teto no custeio do plano Saúde Caixa e limite no pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

Em entrevista publicada nesta segunda-feira,29, a representante dos empregados da Caixa no Conselho de Administração, Rita Serrano, denuncia a nova onda de ataques ao banco. Confira!

 

Imprima
Imprimir