Caixa é condenada a pagar indenização para bancário vítima de assédio moral

No Mato Grosso, a Caixa Econômica Federal foi condenada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) a pagar R$ 20 mil de indenização para um funcionário vítima de assédio moral. O trabalhador recorreu ao Sindicato dos Bancários do Mato Grosso após ser submetido a situações constrangedoras em público, inclusive diante de clientes, por uma gerente. Em […]

No Mato Grosso, a Caixa Econômica Federal foi condenada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) a pagar R$ 20 mil de indenização para um funcionário vítima de assédio moral. O trabalhador recorreu ao Sindicato dos Bancários do Mato Grosso após ser submetido a situações constrangedoras em público, inclusive diante de clientes, por uma gerente.

Em virtude da denúncia feita pelo bancário, o Sindicato solicitou uma posição formal sobre o assunto, mas a Caixa não respondeu. Além disso, já tinham sido feitas outras quatro denúncias de casos de assédio moral envolvendo a mesma gerente. Sem respostas da Caixa sobre o ocorrido, a entidade recorreu à justiça. O pagamento da indenização já foi feito. 

A diretora do Sindicato dos Bancários/ES, Lizandre Borges, destaca a importância dos bancários denunciarem os casos de assédio moral. “O Sindicato está atento a essa questão, mas é necessário que o trabalhador consiga o maior número de evidências possível e formalize a denúncia junto à entidade. Sem que haja denúncia, o Sindicato não pode agir para que a justiça seja feita”, diz Lizandre.

Imprima
Imprimir