Caixa lucra R$ 3,191 bilhões no 1º trimestre de 2018

O lucro obtido no primeiro trimestre equivale a um aumento de 114,5% em relação ao mesmo período de 2017

O lucro da Caixa referente ao primeiro trimestre de 2018 foi de R$ 3,191 bilhões, o que equivale a um aumento de 114,5% em relação ao mesmo período de 2017. O aumento do lucro foi gerado, principalmente, pela redução de 39% nas despesas de intermediação financeira, com destaque para a redução com despesas de captação de recursos, que apresentaram queda de 49%, e as despesas de provisão para devedores duvidosos com queda de 28%.

“O crescente lucro dos bancos não é novidade no sistema financeiro, inclusive na Caixa, que até já apresentou um novo programa de metas para aumentar sua lucratividade ainda mais este ano. Isso mostra que a Caixa está cada vez mais se distanciando de sua função social, que é a execução de políticas públicas, para se tornar um banco cada vez mais comercial”, diz a diretora do Sindicato dos Bancários do Espírito Santo Lizandre Borges.

Em 23 de fevereiro de 2018, a Caixa lançou um novo PDV com a expectativa de atingir 2.964 trabalhadores. O banco ainda não apresentou informações sobre qual foi o total exato de adesões a esse plano. Além disso, foram anunciadas em maio deste ano o fechamento de 100 agências bancárias. Lizandre destaca que essas iniciativas aumentam o lucro da Caixa e a tornam mais atraente para a privatização.

“O lucro da Caixa vem não somente da intermediação financeira, mas do sucateamento das condições de trabalho por meio da redução constante no quadro de funcionários e fechamento de agências, por exemplo. Também há a possibilidade de alteração estatutária da Caixa, possibilitando a abertura de capital. Tudo isso é uma forma de abrir caminho para a privatização da instituição financeira”, afirma.

Imprima
Imprimir