Caixa não dialoga com bancários e fecha Reret’s

Para discutir as medidas e organizar ações de resistência, o Sindicato realiza uma plenária com os empregados da Caixa na próxima quarta-feira, 29, às 18h30, na sede da entidade

Apesar do processo de reestru­turação ter sido paralisado após mobilização dos em­pregados, a Caixa manteve a ex­tinção das Reret’s. Gradualmente, todas as unidades do Brasil estão sendo fechadas e novos processos administrativos implementados. Para discutir as mudanças e inten­sificar a mobilização dos emprega­dos, o Sindicato/ES convoca os bancários da Caixa para uma plenária no próximo dia 29, às 18h30, na sede da entidade.

Com o fechamento das Reret’s, os empregados de agências com déficit no quadro funcional serão incorporados pelas próprias unidades. Onde não há defasagem, os bancários serão transferidos para as Giret’s Norte ou Sul. No Espírito Santo, apenas os da Grande Vitó­ria serão incorporados às Giret’s, sendo 15 na unidade Norte e 11 na Sul. A Caixa realiza todo processo de forma unilateral.

“A Caixa havia assumido na mesa de negociação permanente o compromisso de repassar informa­ções detalhadas sobre a reestrutu­ração, o que não fez. A extinção das Reret’s está sendo realizada de forma centralizada e sem diá­logo com os empregados, que não têm sequer opção de escolher para onde ir”, enfatiza a diretora do Sin­dibancários/ES, Renata Garcia.

Mudanças

As atividades realizadas pelas Reret’s serão transferidas para as Giret’s, como o Sigar (Sistema de Garantias), compensação, FGTS e PIS. Já o SIACN (Conformidade de Contas) será operado por uma centralizadora, a CTDI, que somam cinco em todo o país. Essas centrais irão atender as demandas de acor­do com uma fila nacional, ou seja, todos os documentos recebidos nas agências serão digitalizados e enca­minhados para as CTDI’s.

As operações do Sigar, cen­tralizadas nas Giret’s, também se­rão realizadas de acordo com uma fila única nacional. Isso significa que bancários e bancárias lotados nas Giret’s capixabas atenderão demandas de todo Brasil, e não só do Espírito Santo.

“Toda essa centralização im­plicará no aumento do controle de produtividade, da competição entre as Giret’s e da pressão por metas”, destaca a diretora do Sin­dicato Lizandre Borges.

Tesoureiros e supervisores

Em reunião realizada com as Giret’s Norte e Sul, após solicita­ção do Sindibancários/ES, a Caixa informou que os tesoureiros serão incorporados pelas agências, inde­pendente se deficitárias ou não. Já os supervisores de retaguarda te­rão suas funções asseguradas por apenas 60 dias e serão incorpora­dos provisoriamente pelas Giret’s. No entanto, ainda não há defini­ção sobre onde os supervisores vão atuar e há risco de perda de função.

“Os bancários da Caixa ain­da estão sendo obrigados a con­viver com clima de instabilidade. Os empregados estão apreensivos diante da falta de comunicação e de diálogo da Caixa. Infelizmente, a Caixa prioriza os processos em detrimento das pessoas. O banco poderia, por exemplo, ter aberto uma consulta aos empregados antes de adotar arbitrariamente as medidas, mas não houve essa preocupação”, diz Renata Garcia, classificando como desres­peitosa a postura do banco.

Os responsáveis pelas Giret’s informaram que um comitê forma­do pelas próprias Giret’s, Superin­tendência correspondente e Gipes está sendo constituído para discu­tir as movimentações e os casos de problema de saúde. As trans­ferências de empregados já estão sendo autorizadas, mas as Giret’s pretendem aguardar a conclusão dos processos para abrir aos em­pregados a consulta de possíveis trocas de local de trabalho. Os pe­didos serão avaliados pelo comitê. O Sindicato cobrou transparência, ampla divulgação das mudanças e que os empregados participem do processo em igualdade de condi­ções.

Campanha Salarial

Bancários e bancárias da Caixa aprovaram no 32° Conecef, realiazado de 17 a 19 de junho, o cancelamento de todo o processo de reestruturação como uma das principais reivindicações dos em­pregados na Campanha Salarial. Os bancários exigem respeito e as funções extintas restabelecidas.

Participe da plenária!

Na próxima quarta-feira, 29, às 18h30, o Sindibancários/ES realiza uma plenária com todos bancários e bancárias da Caixa para discutir e buscar alternativas aos problemas e abusos provocados pela reestruturação. A atividade será realizada na sede do Sindibancários/ES, localizada na Rua Wilson Freitas, 96, Centro, Vitória.

Imprima
Imprimir