Caixa se mantém intransigente em rodada de negociação específica

Nesta segunda-feira, 08, aconteceu a rodada de negociação específica da Caixa. Entre as questões debatidas estão mais contratações, segurança bancária e terceirização. Assim como nas negociações anteriores, a Caixa se manteve intransigente no que diz respeito à contratação de mais funcionários e funcionárias, não reconhecendo que há sobrecarga de trabalho. “A Caixa vem mantendo sua […]

Nesta segunda-feira, 08, aconteceu a rodada de negociação específica da Caixa. Entre as questões debatidas estão mais contratações, segurança bancária e terceirização. Assim como nas negociações anteriores, a Caixa se manteve intransigente no que diz respeito à contratação de mais funcionários e funcionárias, não reconhecendo que há sobrecarga de trabalho.

“A Caixa vem mantendo sua intransigência, levando os trabalhadores a não terem alternativa, a não ser a greve. Nós devemos ficar mobilizados, para, se houver paralisação, que ela seja forte para que possamos avançar nas conquistas e termos vitórias em nossa pauta de reivindicações, que é justa”, afirma a diretora do Sindicato dos Bancários/ES, Lizandre Borges. 

Durante a rodada de negociação, a CEE/ Caixa reivindicou que a instituição financeira desvincule as 3 mil contratações que ainda podem fazer em 2014 da abertura de novas agências, já que a Caixa tem em média 17 empregados por unidade, número abaixo de outros bancos, apesar do volume de trabalho e de atribuições dos bancários e bancárias ser maior.

Outra reivindicação foi a instalação de portas giratórias antes do autoatendimento nas agências. A Caixa se recusou a atendê-la, pois, segundo a instituição financeira, a área técnica não recomenda essa medida. Contudo, os representantes da empresa se comprometeram a solicitar nova avaliação do setor responsável. Além disso, os representantes dos trabalhadores e trabalhadoras defenderam o fim da terceirização e dos correspondentes bancários e habitacionais. Porém, os representantes da empresa defenderam a manutenção dessas medidas.

A próxima rodada de negociação específica da Caixa, cujos temas serão carreira, jornada/Sipon e organização do movimento, será na próxima sexta-feira, 12. Durante a rodada de negociação do dia 8 foi solicitado que na sexta-feira a Caixa apresente informações sobre o projeto de reestruturação da Gipso (responsável pela área social do banco).

 

Com informações da Contraf

Imprima
Imprimir