Caixa: SR Sul mantém descaso com superlotação nas agências

Política de destacamento adotada pela superintendente da SR Sul agrava a falta de empregados enfrentada por agências da Grande Vitória sob a jurisdição da SR Sul

Apesar da frequente superlotação na agência Cariacica, em Campo Grande, a superintendente da SR Sul destacou empregados dessa agência para atividades na SR

Desde o último dia 10 de julho, o Sindibancários/ES reivindica junto à Superintendência Regional Sul da Caixa o retorno às agências para atendimento ao público dos empregados que foram destacados pela SR. O Sindicato paralisou o funcionamento da Superintendência por um dia e três reuniões já foram realizadas com os gestores. No entanto, em uma postura de total descaso com os bancários e clientes da Caixa, a superintendente da SR Sul, Margareth Vieira Ribeiro, mantém a política de destacamento de empregados e aprofunda a sobrecarga de trabalho nas agências.

Sindicato paralisou o funcionamento da SR Sul no dia 10 de julho em protesto contra política de destacamento adotada pela gestora da unidade

Na última reunião, realizada na segunda-feira, 23, a superintendente afirmou que reduziu o número de bancários destacados na SR Sul com o retorno de empregados para as agências. No entanto, essa afirmação não condiz com a realidade encontrada nas unidades. O Sindicato continua recebendo denúncias de falta de empregados com a consequente sobrecarga de trabalho e superlotação que atinge agências da Grande Vitória sob a jurisdição da SR Sul, como Cariacica, Glória, Itaparica, entre outras.

“Nos últimos anos, a gestão da Caixa está sendo baseada na não contratação de pessoas e no esvaziamento do quadro pessoal do banco com sucessivos planos de demissão. Essa política adotada pela SR Sul tem aprofundado a escassez de empregados nas agências, principalmente em unidades que já sofrem com a alta demanda de atendimento. É um total desrespeito aos empregados e clientes, além de violar normativos internos e ferir direitos trabalhistas”, destaca a diretora do Sindibancários/ES, Lizandre Borges.

Sobre o retorno de alguns bancários para as agências, o Sindicato averiguou e identificou que apesar de terem retornado às agências, esses empregados ainda estão desempenhando funções ligadas à SR Sul, e não de atendimento ao público para desafogar a sobrecarga de trabalho. O Sindibancários/ES continuará tentando dialogar com a superintendente Margareth Vieira Ribeiro, mas já está  tomando também outras providências cabíveis para barrar esse retrocesso.

Imprima
Imprimir