Calendário 2015 – As Lutas e Revoluções Populares na América Latina

Os povos da América Latina compartilham, desde a invasão dos europeus, uma história semelhante de resistência e luta. Primeiro, resistência à dominação cultural, à extração de seus recursos naturais e ao genocídio de seu povo; Depois, resistência à submissão política e econômica ao capital estrangeiro. Infelizmente, nos documentos oficiais essa história muitas vezes nos é […]

Os povos da América Latina compartilham, desde a invasão dos europeus, uma história semelhante de resistência e luta. Primeiro, resistência à dominação cultural, à extração de seus recursos naturais e ao genocídio de seu povo; Depois, resistência à submissão política e econômica ao capital estrangeiro. Infelizmente, nos documentos oficiais essa história muitas vezes nos é negada, subtraída de nossa memória individual e coletiva.

Foi lutando que o povo latino-americano se forjou, no Brasil e nos demais países do continente. Por isso, em 2015, o calendário do Sindibancários/ES relembra momentos e pessoas que ajudaram a construir essa história, com o intuito de que o exemplo diário dos lutadores e lutadoras do passado nos ajude a construir a narrativa do presente sob o olhar da classe trabalhadora.

O calendário 2015 produzido pelo Sindibancários/ES tem como referência principal a publicação do Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC) – Agenda NPC 2014: Lutas e Revoluções Populares na América Latina –, instituição para a qual deixamos nosso agradecimento. As ilustrações são uma produção do Estúdio Cosmonauta.

Inove a proteção de tela do seu computador ou do seu celular e baixe as ilustrações do Calendário 2015 do Sindibancários/ES por meio dos links abaixo:

 

capa   Capa

 janeinro - ditaduras e resistência  Janeiro – Ditaduras e resistência

fevereiro - revoluções populares  Fevereiro – Revoluções populares

março - mulheres na luta  Março – Mulheres na luta

abril - resistencia dos povos indígenas  Abril – Resistência dos Povos Indígenas  

maio - resistênia dos trabalhadores  Maio – Resistência dos Trabalhadores

junho - arte e cultura de resistência  Junho – Arte e Cultura de Resistência

julho - revoltas populares Julho – Revoltas populares

agosto - força dos estudantes Agosto – A força dos estudantes

setembro - greve dos trabalhadores Setembro – Greve dos Trabalhadores

outubro - combate ao  imperialismo Outubro – Combate ao Imperialismo

novembro - resistência negra Novembro – Resistência Negra 

dezembro - governos populares Dezembro – Governos populares 

                              

Imprima
Imprimir