Campanha Salarial dos Bancários 2014 será lançada nesta quarta-feira

Na luta por melhores condições de trabalho, bancários e bancárias de todo Brasil lançam nesta quarta-feira, 13, a Campanha Salarial Nacional da categoria. Em Vitória, o lançamento terá início às 08 horas com um ato público no Edifício Pallas Center, no Centro, onde será entregue a minuta de reivindicações específica dos empregados do Banestes à […]

Na luta por melhores condições de trabalho, bancários e bancárias de todo Brasil lançam nesta quarta-feira, 13, a Campanha Salarial Nacional da categoria. Em Vitória, o lançamento terá início às 08 horas com um ato público no Edifício Pallas Center, no Centro, onde será entregue a minuta de reivindicações específica dos empregados do Banestes à direção do banco. De lá, os bancários caminham até a Praça Oito, passando pelas agências bancárias do Centro. No Bandes, também será realizada a entrega da minuta dos empregados ao banco.

Neste ano, a Campanha Salarial dos bancários no Espírito Santo terá como tema “A gente não quer só salário”. Durante as negociações, a luta será por melhores condições de trabalho, e não apenas por reajuste salarial. Na minuta aprovada em assembleia, no último dia 07, estão reivindicações pelo fim do assédio moral, estatização do sistema financeiro, igualdade de oportunidades para todos, fim das discriminações nos salários e na ascensão profissional de mulheres, negros, homossexuais e pessoas com deficiência, fim das metas, entre outras demandas. 

“Além de garantir melhorias para os bancários e bancárias, a Campanha Salarial da categoria traz uma série de pautas sociais que dialogam com a população. O aumento na contratação de funcionários, por exemplo, melhora as condições de trabalho e permite um atendimento mais rápido e adequado aos clientes. Além disso, acreditamos que o papel do sistema financeiro é democratizar o crédito, reduzindo a concentração de riqueza. Por isso, defendemos medidas como a diminuição a taxa de juros e a estatização do sistema financeiro”, destaca o coordenador geral do Sindibancários/ES, Carlos Pereira de Araújo, o Carlão.

Principais reivindicações da Campanha Nacional

• Reajuste salarial de 12,5%.
• PLR: três salários mais R$ 6.247.
• Piso: R$ 2.979,25 (salário mínimo do Dieese em valores de junho).
• Vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$ 724,00 ao mês para cada (salário mínimo nacional).
• Melhores condições de trabalho, com o fim das metas abusivas e do assédio moral que adoecem os bancários.
• Emprego: fim das demissões e da rotatividade, mais contratações, proibição às dispensas imotivadas, aumento da inclusão bancária, combate às terceirizações diante dos riscos de aprovação do PL 4330 na Câmara Federal, do PLS 087 no Senado e do julgamento de Recurso Extraordinário com Repercussão Geral no STF.
• Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS): para todos os bancários.
• Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós-graduação.
• Prevenção contra assaltos e sequestros: cumprimento da Lei 7.102/83 que exige plano de segurança em agências e PABs, garantindo pelo menos dois vigilantes durante todo o horário de funcionamento dos bancos; instalação de portas giratórias com detector de metais na entrada das áreas de autoatendimento das agências; e fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários.
• Igualdade de oportunidades para todos, colocando fim às discriminações nos salários e na ascensão profissional de mulheres, negros, gays, lésbicas, transexuais e pessoas com deficiência.

Banestes

Entre as propostas da minuta dos banestianos que será entregue à direção do banco estão aumento de seis dias de abono assiduidade; função gratificada para os funcionários que trabalham com fechamento contábil; aumento percentual da contribuição do patrocinador de 7% para 15% para a Fundação Banestes; reposição das perdas acumuladas desde 1994; revisão da forma de contribuição à Banescaixa, com maior aporte de recurso pelo banco; adoção de critérios objetivos nas seleções internas do Banco.

“A exemplo do ano passado, esse é o momento de garantir novas conquistas econômicas. Os salários dos banestianos são os menores em relação aos bancários de outros bancos. Nossa campanha será para mudar essa realidade”, destaca o diretor do Sindibancários/ES e bancário do Banestes, Jessé Alvarenga.

Bandes

Aprovada durante assembleia no último dia 07, a pauta de reivindicações dos bancários e bancárias do Bandes tem como principais eixos a participação nos resultados sociais, promoção por tempo de serviço, política de méritos que atenda aos anseios dos trabalhadores, definições de critérios claros para acessibilidade a cargos e abono assiduidade de cinco dias e abono aniversário.

Imprima
Imprimir