Centro Sindical dos Bancários é reinaugurado com partidas de futebol masculino e feminino

Fechado desde setembro do ano passado para reforma, o Centro Sindical dos Bancários foi reinaugurado nesta quarta-feira, 30. Na ocasião foram realizadas partidas de futebol soçaite masculino e feminino, além de apresentação musical do Grupo Beba do Samba. Os primeiros a entrar em campo foram os times do Bandes, comandado pelo bancário aposentado Honório Cunha […]

Fechado desde setembro do ano passado para reforma, o Centro Sindical dos Bancários foi reinaugurado nesta quarta-feira, 30. Na ocasião foram realizadas partidas de futebol soçaite masculino e feminino, além de apresentação musical do Grupo Beba do Samba. Os primeiros a entrar em campo foram os times do Bandes, comandado pelo bancário aposentado Honório Cunha Altoé, e do Banestes, coordenado por Hélio Lúcio Casotti. As funcionárias da Caixa também estrearam um dos novos campos com uma partida de futsal. Esses são os times de bancários sindicalizados que mais utilizam o espaço do Centro Sindical para seus treinos semanais.

Quem deu o pontapé inicial na bola foi Honório, escolhido por ser um dos bancários que utiliza o Centro Sindical dos Bancários há mais tempo. “Ele acompanhou o processo de inauguração do espaço e até hoje marca presença aqui nas partidas de futebol soçaite”, destaca o diretor do Sindicato dos Bancários/ES, Esdras Henrique. Segundo Honório, o Centro Sindical é um lugar importante para a categoria bancária.”É uma área que proporciona lazer. É essencial usufruir desse espaço para se divertir, fazer atividade física e interagir com os colegas. Mesmo aposentado há 17 anos frequento o Centro Sindical e coordeno a pelada dos bancários do Bandes, que acontece todas terças e quintas”, diz.

time de futebol masculino

Os times de futebol soçaite masculino do Bandes e do Banestes entraram em campo durante a reinauguração do Centro Sindical

A bancária Deusdete Pereira, uma das integrantes do time de futsal feminino da Caixa, afirma que o convite do Sindicato para que as mulheres participassem da inauguração é um incentivo à prática do futsal entre o público feminino. “É uma forma de divulgar o esporte e incentivar as mulheres da Caixa e de outros bancos a treinar conosco durante a semana”, destaca Deusdete. De acordo com ela, o time treina futsal e volei no Centro Sindical semanlamente. “Com certeza o Sindicato é um dos responsáveis não somente pelo incentivo ao esporte, mas também pelas vitórias que tivemos, como o vice campeonato regional sul sudeste das APCEFs”, ressalta.

O coordenador geral do Sindicato, Jessé Alvarenga, destaca que, além de promover lazer e interação, o Centro Sindical é um espaço de luta. “É aqui que a categoria bancária, e também outras categorias, realizam atividades importantes, como assembleias. Portanto, é um local onde são tomadas decisões importantes para a classe trabalhadora”, diz.

Melhorias

A reforma dos campos incluiu a troca da grama sintética, substituição dos alambrados por redes de proteção, fechamento dos campos, construção de muretas de proteção e melhorias na iluminação. “Ficou bem melhor. Como campo está coberto com rede a bola não sai mais do campo e a iluminação, que já era muito boa, ficou bem melhor”, diz o bancário Hélio Lúcio Casotti, que faz parte do grupo de futebol soçaite do Banestes, que treina no Centro Sindical há mais de 10 anos. “Durante o período da reforma tivemos que treinar em outro lugar, mas o Centro Sindical fez falta, pois essa é a nossa casa”, diz.

Imprima
Imprimir