Chapa 2 – Movimento pela Saúde é eleita para o Conselho de Usuários da Caixa

A chapa foi eleita com 7.569 votos e conta com representação capixaba do diretor do Sindibancários e presidente da Apcef/ES Edmar Martins André.

A Chapa 2 – Movimento Pela Saúde – obteve 7.569 votos na eleição para o Conselho de Usuários da Caixa e foi eleita nesta terça-feira, 31 de janeiro. O grupo escolhido pelos empregados da Caixa contempla a maioria dos setores organizados da categoria e contou com o apoio de entidades como a Fenae, a maioria das Apcefs, Contraf e sindicatos de bancários no país, como o Sindicato dos Bancários/ES.

A chapa contou com uma representação capixaba, o diretor do Sindibancários e presidente da Apcef/ES Edmar Martins André.

“Nossa vitória representa a união de várias pessoas comprometidas em enfrentar o desmonte da Caixa e do plano de saúde. Recentemente foi anunciado o aumento da mensalidade do Saúde Caixa. Isso pode ser uma forma de desanimar as pessoas a prosseguir atuando na instituição financeira e aderir ao programa de aposentadoria, que faz parte do desmonte do banco. Essas são algumas das formas de desestruturar a Caixa”, destaca Edmar.

Conselho

O Conselho de Usuários do Saúde Caixa é autônomo, mas não possui poder deliberativo. Ele é composto de forma paritária por cinco membros titulares eleitos pelos participantes e por cinco indicados pela Caixa, além de seus respectivos suplentes. O mandato é de 36 meses. Trata-se de um instrumento criado em 2003, a partir das negociações do novo modelo do plano de saúde. Seu propósito é dar maior transparência e possibilidade de acompanhamento da gestão financeira e administrativa. De acordo com a Agência Nacional de Saúde (ANS), o Saúde Caixa é um dos maiores planos de assistência à saúde no modelo de autogestão.

Com informações da Fenae

Imprima
Imprimir