CNBB apóia campanha em defesa da Caixa 100% pública

"Esse compromisso da CNBB de apoiar a campanha em defesa da Caixa fortalece ainda mais nossa luta e demonstra a importância social que a caixa tem para o país", afirma Rita Lima, diretora do Sindibancários/ES.

Sindibancários/ES durante movimentação de lançamento da campanha “Defenda a Caixa Você Também”

Representantes do Comitê Nacional em Defesa da Caixa solicitaram apoio à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para a campanha Defenda a Caixa você também, lançada em setembro deste ano pela Fenae. Um documento foi entregue à CNBB ressaltando que a Caixa forte e social está seriamente ameaçada por planos do governo de privatizar a empresa, além de destacar o importante papel do banco na execução de políticas públicas e programas que contemplam a população mais carente.

“A CNBB é uma entidade respeitada e apóia causas que promovem a justiça social. Por isso, esse compromisso de apoiar a campanha em defesa da Caixa fortalece ainda mais nossa luta e demonstra a importância social que a caixa tem para o país”, afirma Rita Lima, diretora do Sindibancários/ES.

A carta à CNBB foi entregue durante uma reunião realizada por dirigentes das entidades representativas dos trabalhadores do banco e o secretário-geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner. O encontro ocorreu no último dia 27 de novembro, em Brasília.

O secretário geral da CNBB relatou que já havia tomado conhecimento da campanha “Defenda a Caixa você também”, por meio de mensagens veiculadas em emissoras de rádio. Ele elogiou a estratégia de atuação das entidades de buscar apoio dos municípios. “Estamos preocupados com a defesa do patrimônio do povo brasileiro”, disse o secretário-geral da CNBB.

Números da Caixa

Para se ter ideia da importância da Caixa para o Brasil e os brasileiros, basta ver os dados da atuação nos mais diversos setores. Somente no primeiro semestre de 2017, a carteira imobiliária totalizou R$ 421,4 bilhões, com o banho ganhando 1,3 p.p. de participação no mercado imobiliário, mantendo a liderança com 68,1%. Já as operações de saneamento e infraestrutura cresceram 5,3% no período, com a carteira atingindo os R$ 79,9 bilhões.

Entre janeiro e junho, foram pagos cerca de 78,5 milhões de benefícios sociais, num total de R$ 14,2 bilhões, sendo R$ 13,7 bilhões referentes ao Bolsa Família. Em relação aos programas voltados ao trabalhador, a Caixa realizou 196 milhões de pagamentos, que totalizaram R$ 176,6 bilhões. Também foram realizados 33,7 milhões de pagamentos de aposentadorias e pensões aos beneficiários do INSS, correspondendo a R$ 40,7 bilhões. Ao final de junho, a i o banco possuía 84,1 milhões de correntistas e poupadores.

Confira o documento entregue à CNBB.

Com informações da Fenae

Imprima
Imprimir