Conferência Estadual dos Bancários inicia nesta sexta-feira

A Conferência, cujo tema será “É hora de perder a paciência – Contra o desmonte da categoria e dos direitos trabalhistas”, acontecerá no Hotel Praia Sol, em Nova Almeida, na Serra.

Nesta sexta-feira, 20, bancários e bancárias de todo o Espírito Santo participarão da Conferência Estadual dos Bancários e das Bancárias, que terá prosseguimento até domingo, dia 22. Com o tema “É hora de perder a paciência – Contra o desmonte da categoria e dos direitos trabalhistas”, o evento acontecerá no Hotel Praia Sol, em Nova Almeida, na Serra.

Durante a Conferência, serão realizados os congressos específicos de bancos públicos e privados. Os três dias também serão de muito debate sobre a conjuntura atual, os impactos da reforma trabalhista na categoria bancária e a classe trabalhadora no século XXI. Diante do retrocesso na garantia de direitos após a reforma trabalhista, a categoria bancária deve intensificar a mobilização para assegurar suas conquistas, como destaca o coordenador geral do Sindibancários/ES, Jonas Freire.

“Temos uma conjuntura adversa para os trabalhadores. Por isso, mais do que nunca, precisamos nos unir e fortalecer nossa mobilização para barrar a retirada de direitos. Durante a Conferência, construiremos juntos a Campanha deste ano”, enfatiza Jonas.

Confira a programação:

 

Sexta-feira (20/04)

10h – Congressos específicos dos empregados do Banco do Brasil, da Caixa e de bancos privados

19h30 – Abertura: ato político em defesa das estatais e dos serviços públicos

 

Sábado (21/04)

9h – Aprovação do Regimento interno

10h – Análise de conjuntura

Convidados:

Rogério Ferreira Silva Lustosa, professor de sociologia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) e diretor do SINASEFE IFBA

André Moreira, advogado trabalhista e ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB

12h – Fim do credenciamento

12h30 – Almoço

14h – Mesa de debate: A classe Trabalhadora no Século XXI

Convidada:

Morena Marques, assistente social, professora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO e doutoranda do Programa de Pós-graduação em Serviço Social da UERJ

16h30 – Intervalo

17h – Mesa de debate: A reforma trabalhista, os impactos na categoria bancária e nossas formas de enfretamento

Convidados:

Perfil 1 – Diesse

Perfil 2 – movimento bancário

20h – Jantar e noite cultural

 

Domingo (22/04)

Plenária final

10h – Balanço da Campanha Nacional 2017

10h30 – Apresentação das teses

11h – definição dos eixos e estratégias da Campanha Nacional 2018 e votação da minuta

13h30 – Encerramento

 

Programação dos congressos específicos:
CONGRESSO DE BANCOS PRIVADOS

10h – Debate de organização:

Como organizar os bancários de bancos privados para a greve nacional, buscando garantir o padrão de contratação e a existência da própria categoria;

14h – Debate dos eixos de campanha: demissões, assédio moral, emprego

 

CONGRESSO BANCO DO BRASIL

10h – Debate sobre estratégia da Campanha Nacional

Convidada: Rita Mota, representante da Comissão de empresa do BB

11h30 – Discussão da pauta de reivindicação

12h30 – Almoço

14h – Discussão da pauta de reivindicação

17h – Posse de delegados sindicais e eleição dos delegados para o Congresso Nacional dos empregados do BB.

 

CONGRESSO CAIXA

9h – abertura

9h30 – Caixa 100% pública

Convidada: Maria Rita Serrano, representante dos empregados no Conselho de Administração da Caixa

11h – Impactos do novo estatuto e da reforma trabalhista no acordo específico da Caixa

Convidadas: Rita Serrano e Laís Carrano, representante da assessoria jurídica da Fenae e da Comissão Executiva de Empregados da Caixa (CEE).

12h30 – Almoço

14h – Debate sobre Saúde Caixa

15h30 – Balanço dos últimos períodos, estratégias e eixos para a Campanha Nacional 2018

17h – Eleição de delegados para o Conecef 2018 e posse dos delegados sindicais

Imprima
Imprimir