Comunidade de Barra do Riacho comemora permanência do Banestes

Comunidade conseguiu reverter fechamento do posto após mobilização. Luta agora será pela ampliação do quantitativo de empregados para melhorar o atendimento e fortalecer a unidade.

O Sindicato dos Bancários voltou ao distrito de Barra do Riacho (Aracruz) nesta sexta-feira, 19, para celebrar e consolidar a permanência do posto de atendimento do Banestes. Unidade seria fechada no dia 14 de maio, mas a comunidade conseguiu reverter decisão e manter o posto em funcionamento.

Foram duas semanas de luta que envolveu moradores, associações comunitárias, pequenos comerciantes e vereadores locais.  Foram realizadas manifestações, cami­nhadas pelo bairro, abaixo-as­sinado, reuniões com prefeito e representantes do banco, até chegarem uma resposta positiva.

Álvaro Amorim Filho, vice-presidente da Associação de Moradores do bairro São Pedro, falou sobre o significado dessa conquista. “Valeu muito a pena a nossa luta, a comunidade está feliz e é dessa forma que tem que ser, todo mundo lutando por uma causa justa”, disse Álvaro, que também agradeceu ao Sindicato por ter encampado essa bandeira junto com a comunidade.

“Barra do Riacho ficará como exemplo para outros municípios. Essa comunidade foi à luta e, junto com o Sindicato e as lideranças da cidade, mostrou que é possível reverter o fechamento de uma agência. Isso vai ficar de modelo para outras localidades que também não deixarão que o Banestes, que é o nosso banco, seja fechado. Devemos parabenizar essa comunidade e esperamos levar para outros locais a garra demonstrada aqui”, disse Jessé Alvarenga, diretor do Sindicato dos Bancários.

“Nós conseguimos uma conquista imensurável e a comunidade de Barra do Riacho se mostrou unida, confirmando que assim ela é mais forte”, salientou a vereadora Mônica Cordeiro, que participou de todo o processo de mobilização.

Paulo Flávio e Mônica Cordeiro, vereadores que acompanharam e contribuíram com as mobilizações

A união e organização da comunidade foi mesmo o ponto chave da conquista, como reiterou a moradora Hildete Caliman, comerciante há mais de 30 anos na comunidade. “A luta só existe com vitória se ela for organizada, não adianta fazer luta de qualquer jeito, precisamos nos organizar cada vez mais. O poder de fazer um mundo melhor está aqui também. Dizem que a caneta está nas mãos do prefeito, mas ela está nas nossas mãos. Estou muito feliz que o banco continue aqui, pra nós é uma grande vitória”.

A luta dos moradores de Barra do Riacho e dos bancários do posto do Banestes agora será pela ampliação do quantitativo de empregados e melhora no atendimento. A unidade funciona com apenas três bancários e sofre com a sobrecarga. A comunidade espera ampliar a captação de contas para fortalecer a unidade e afastar de vez o risco de fechamento.

Sindicato distribuiu jornal que registrou a histórica luta da comunidade

 

Fotos Sérgio Cardoso

Imprima
Imprimir