Conferência Estadual será entre 23 e 25 de junho. Programe-se!

Evento vai discutir conjuntura política do país, o avanço das políticas neoliberais e suas consequências para bancários e demais trabalhadores

A Conferência Estadual dos bancários, evento anual que inicia os debates da categoria para a Campanha Nacional, já está sendo preparada. O encontro será dias 23,24 e 25 de junho, no Hotel Praia Sol, em Nova Almeida, na Serra.  Neste ano a centralidade do encontro será o debate sobre as reformas e projetos neoliberais no Brasil e os seus efeitos para a classe trabalhadora, em consonância com a conjuntura política e econômica do país, que tem movimentado trabalhadores do campo e da cidade em defesa de seus direitos.

Programação

O evento contará com a participação do professor Nildo Ouriques, professor do Departamento de Economia e Relações Internacionais da Universidade Federal de Santa Catariana (UFSC), para a mesa de análise de conjuntura. Haverá também uma mesa para debater a reforma trabalhista, com participação do juiz e vice-presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Amamatra) Guilherme Feliciano, e outra para debater o desmonte da Previdência e Seguridade Social no Brasil, com palestrante a ser confirmado.

Estratégia para Campanha Nacional

É na Conferência Estadual que os bancários e bancárias tiram as prioridades de luta para a Campanha Nacional, que serão disputadas nos fóruns nacionais do movimento bancário. Essa é a primeira vez que a categoria experimenta um acordo bianual, assinado na Campanha Nacional de 2016, com validade até 2018. Por isso, a discussão sobre os eixos de campanha e estratégia será ainda mais importante para pensar nossa atuação no período de negociações, já que o processo negocial não seguirá o rito dos últimos anos, com negociação de cláusulas salariais e de condições de trabalho coordenadas pelo Comando Nacional. Esse ano, as negociações devem ser focadas nas mesas temáticas e permanentes.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas via formulário online ou  através das fichas que estão sendo distribuídas nas agências. Os participantes terão direito a hospedagem, transporte para o local do evento e alimentação.

Creche

Mães e pais com filhões entre 3 e 10 anos contarão com creche para as crianças mediante solicitação prévia no momento da inscrição. Para crianças abaixo de 3 anos, o Sindicato pagará hospedagem e alimentação de uma babá ou familiar do bancário ou bancária credenciados para o evento. A proposta faz parte da política de gênero do Sindicato que busca proporcionar a participação igualitária de homens e mulheres, principalmente de mães bancárias que ficam impedidas de acompanhar atividades políticas em função da responsabilidade com a família. Para saber mais sobre a programação e estrutura do evento acesse o site do Sindicato.

Leia mais:

Sindicato realiza Congressos do BB e da Caixa dia 13 de junho

Imprima
Imprimir