Conselho da Banescaixa anuncia reajuste mesmo com superávit milionário

O Conselho Deliberativo da Banescaixa anunciou um novo reajuste de 9,34% no plano a partir deste mês de maio. O alto índice de reajuste foi definido pelo Conselho, mesmo com o superávit de R$ 2,2 milhões em 2014. O aumento torna-se ainda mais abusivo diante do compromisso assumido pela direção do Banestes em custear as […]

O Conselho Deliberativo da Banescaixa anunciou um novo reajuste de 9,34% no plano a partir deste mês de maio. O alto índice de reajuste foi definido pelo Conselho, mesmo com o superávit de R$ 2,2 milhões em 2014. O aumento torna-se ainda mais abusivo diante do compromisso assumido pela direção do Banestes em custear as despesas administrativas da Banescaixa.

O Plano Banescaixa Familiar também não está livre do aumento e teve um reajuste de 7,68% a partir de abril deste ano. Diante desse anúncio, o Sindibancários/ES já enviou um ofício solicitando uma reunião com a direção da Banescaixa, que será realizada nesta terça-feira.

“Não há justificativa para esse aumento, uma vez que o plano não apresenta déficit e ainda terá aporte do Banestes. Além disso, em 2014 o reajuste foi de 8%. O Plano já é extremante custoso para os bancários, principalmente para aqueles que têm remuneração menor, pois a cobrança é por idade e não percentual, como antes. Devemos lutar para que a contribuição seja mais justa e não podemos aceitar esse reajuste”, destaca o diretor do Sindibancários/ES e bancário do Banestes, Jonas Freire.

Em comunicado, a Banescaixa destacou que o estudo atuarial recomendou a aplicação de 13,37% de reajuste sobre os valores das contribuições, sob a justificativa de garantir a retomada do equilíbrio econômico-financeiro do Plano. No entanto, o balanço financeiro de 2014 aponta a boa saúde financeira da Banescaixa.

Imprima
Imprimir

Comentários