Cursos da Universidade Caixa devem ser feitos até final de dezembro

Os cursos da Universidade Caixa são uma forma de conseguir pontuação para pleitear Promoção por Mérito

O prazo para os bancários e bancárias da Caixa cumprirem os requisitos objetivos e ficarem aptos a pleitear a Promoção por Mérito para o Ano Base 2018 é até 31 de dezembro. Portanto, os trabalhadores e trabalhadoras têm até essa data para fazer os cursos da Universidade Caixa como forma de conseguir pontuação. Por meio da Promoção por Mérito é possível conseguir até dois deltas no cargo efetivo, cuja concessão e o pagamento em folha acontecerão até fevereiro de 2018, retroativa a janeiro do mesmo ano.

O critério Horas de Capacitação, que contempla funcionários que se enquadram no grupo “Em Exercício na Caixa”, considera até 30 horas de ações educacionais à distância realizadas ao longo de 2017 e cadastradas no currículo da Universidade Caixa até 31 de dezembro de 2017, contemplando ações à distância oferecidas no Portal da Universidade Caixa ou Rodas de Diálogo do Programa “Equipe que Aprende”. São considerados válidos para a pontuação do critério horas de capacitação nos cursos registrados na modalidade “treinamento” na metodologia “à distância” ou “Equipe que Aprende”.

A diretora do Sindicato dos Bancários/ES Lizandre Borges recorda que os cursos da Universidade Caixa são um direito conquistado pelos trabalhadores e trabalhadoras da instituição financeira, devendo ser cumprido.

“O Acordo Coletivo Específico da Caixa diz que o banco deverá dispor de seis horas mensais para estudos na metodologia à distância, dentro da jornada de trabalho, em local apropriado, junto à Universidade Caixa. É preciso cobrar das gerências a elaboração de uma escala de estudo dentro da jornada. Caso isso seja negado, o bancário deve denunciar o ocorrido ao Sindicato”, destaca.

Quem pode concorrer

Podem concorrer à Promoção por Mérito empregados e empregadas ativos em 1º de janeiro de 2018, admitidos até 05 de julho de 2017. Eles devem pertencer às carreiras administrativa, profissional, e de serviços gerais, independente do Plano de Cargos e Salários ao qual estão vinculados, inclusive aqueles e aquelas que estão cedidos, liberados ou que foram requisitados por entidades sindicais.

Imprima
Imprimir