Eleição do Sindibancários terá chapa única

A chapa inscrita se chama “Resistência e Luta Classista”. A votação para escolha da nova diretoria, que estará à frente da entidade no triênio 2018-2021, será nos dias 13, 14 e 15 de março.

Apenas uma chapa se inscreveu para concorrer à diretoria do Sindicato dos Bancários/ES: a chapa “Resistência e Luta Classista”. As inscrições foram encerradas na quarta-feira, 17. A votação para escolha da nova diretoria, que estará à frente da entidade no triênio 2018-2021, será nos dias 13, 14 e 15 de março.

O representante da Comissão Eleitoral Titony Barcelos Passos destaca a importância de os bancários participarem do processo eleitoral, mesmo havendo chapa única.

“Independente de uma única chapa ter feito inscrição, é importante a participação dos trabalhadores e trabalhadoras no processo eleitoral. Procurem conhecer as propostas da chapa, a trajetória de seus membros e não deixem de legitimar o processo eleitoral exercendo o seu direito de votar. O momento que estamos vivendo é de muita ameaça para os trabalhadores e trabalhadoras. Por isso, precisamos fortalecer a entidade nas lutas em defesa dos interesses da categoria”, diz.

A eleição da nova diretoria do Sindibancários/ES contará, ao todo, com 26 mesas coletoras de votos, distribuídas pelas agências bancárias do Estado. Haverá urnas fixas e itinerantes. A votação ocorrerá das 9h às 18h, exceto aquelas com horários estabelecidos conforme o edital publicado no jornal A Tribuna do dia 19 de dezembro.

Além disso, poderá ser estabelecido, a critério da Comissão Eleitoral, um horário extraordinário para funcionamento das mesas coletoras no período noturno. A Comissão Eleitoral é composta por Titony Barcelos Passos, da Caixa, Robson Gusmão, do Itaú; e Paulo Nascimento, do Banco Mercantil. Eles foram eleitos por unanimidade em assembleia realizada no dia 14 de dezembro no Centro Sindical dos Bancários.

Veja abaixo o Edital de Eleições Sindicais:

Imprima
Imprimir