Mulheres de todo o país realizam manifestação contra Bolsonaro neste sábado, dia 29

A concentração do ato será a partir das 14 horas na Praça do Papa

Neste sábado, 29, mulheres de inúmeros estados brasileiros se unem e vão às ruas em um grande ato nacional contra o fascimo, o machismo e o candidato Jair Bolsonaro (PSL), que é a expressão de uma política feita por e para homens, brancos, ricos e heteronormativos – a cara da violência, da injustiça e da desigualdade que persistem em nosso país e que segue no sentido contrário à luta das mulheres. Em Vitória, a concentração do ato será a partir das 14 horas, na Praça do Papa.

O movimento #Elenão, como é chamado, não é ligado a nenhum partido político e tem como pauta única a luta contra o fascismo e a legitimação de todos os tipos de violência e autoritarismo de Estado. Mulheres bancárias são convidadas a participarem do ato, como destaca a  diretora do Sindibancários/ES, Rita Lima.

“O Coletivo de Mulheres do Sindibancários/ES está junto nesta luta contra o retrocesso político e da retirada de direitos que Bolsonaro representa. Além de não ter um projeto que garanta melhores condições de vida para os brasileiros, esse candidato faz apologia à tortura, propaga o machismo, a misoginia, que mata mulheres, negros e homossexuais todos os dias. Nós, mulheres, somos protagonistas contra todas as formas de preconceito e violência. Por isso, é tão importante nos unirmos neste momento para barrar qualquer ameaça de retrocesso na nossa democracia e na luta pela igualdade de gênero. Também convidamos os homens a participarem do ato, pois esse será um espaço de todos aqueles que lutam pelo respeito à democracia e às diferenças. Contamos com a participação de todas as bancárias e bancários”, convida.

Ato

A concentração do ato será a partir das 14 horas na Praça do Papa e a saída será às 17h em direção à Praça dos Desejos. Durante a concentração haverá apresentações artísticas e quem é artista pode participar da construção cultural no local.

Camisetas são livres, de preferência branca, roxa ou lilás e poderão ser customizadas em oficinas de stencil no local.  Cartazes também são livres e de preferência contra o candidato Bolsonaro. Haverá espaço para confecção de mais cartazes durante a concentração.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imprima
Imprimir