Em defesa da Autonomia Sindical, Sindicato dos Bancários/ES apoia a luta contra a intervenção no Sindilimpe/ES

Desde o começo do mês, os colegas da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza Pública, Asseio e Conservação do Estado do Espírito Santo (Sindilimpe/ES) estão sofrendo com uma intervenção da Justiça do Trabalho no sindicato, que destituiu a Chapa Jogo Limpo, eleita em 2012, e determinou o acontecimento de nova eleição. Causa estranheza o […]

Desde o começo do mês, os colegas da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza Pública, Asseio e Conservação do Estado do Espírito Santo (Sindilimpe/ES) estão sofrendo com uma intervenção da Justiça do Trabalho no sindicato, que destituiu a Chapa Jogo Limpo, eleita em 2012, e determinou o acontecimento de nova eleição.

Causa estranheza o fato de a intervenção acontecer um ano após a eleição do Sindilimpe/ES e mais de seis meses depois da posse estatutária dos diretores da chapa que saiu vitoriosa. Isso sem contar o fato de o processo eleitoral ter sido acompanhado por uma perita da Justiça do Trabalho, que na ocasião, deu posse a diretoria. 

O coordenador geral do Sindicato dos Bancários/ES, Carlos Pereira de Araújo (Carlão) acredita que “cada Sindicato tem capacidade política para gerir sua entidade dentro da ótica dos trabalhadores para qual está voltada. A justiça não pode intervir para favorecer interesses, seja do patronato, de partidos políticos, nem de nenhum outro grupo. Cabe aos trabalhadores eleger de forma democrática as suas diretorias”.

A situação hoje conta a com atual diretoria destituída da posse. Além do mais, houve a formação de uma nova comissão eleitoral – criada pela mesma perita que acompanhou o início do processo – de maneira arbitrária, após a convocação de uma assembléia que não permitiu a votação dos presentes. Vale destacar que, por determinação da justiça, o Sindilimpe fica obrigado a pagar R$ 10 mil à perita pelos serviços restados. O mesmo valor – porém mensal –também deverá ser pago pelo Sindicato ao perito responsável pela intervenção administrativa.

A diretoria, eleita massivamente pelos trabalhadores do Sindilimpe/ES, tenta reverter a situação. Nesta quinta-feira, às 18 horas, o grupo destituído realiza uma plenária para debater a questão com os associados, movimento sociais e apoiadores. A atividade será às 18h30, no auditório do Sindicato dos Bancários/ES.

Confira na íntegra a Carta Aberta divulgada pelo Sindilimpe/ES:

CARTA ABERTA À SOCIEDADE CIVIL CAPIXABA

Contra a Intervenção no Sindilimpe/ES!
Pela Liberdade de Organização dos Trabalhadores(as).

As diversas entidades e organizações representativas dos movimentos sociais capixabas que assinam este documento vêm a público manifestar sua enorme preocupação frente à intervenção judiciária sofrida pelo Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza Pública, Asseio e Conservação do Estado do Espírito Santo – Sindilimpe/ES.

Estamos todos(as) perplexos e indignados frente à nomeação de interventores para ocupar o espaço da legítima diretoria do Sindilimpe/ES. Numa absurda afronta ao Direito Constitucional de livre sindicalização e ao direito de voto dos trabalhadores(as), que elegeram democraticamente a sua direção em novembro de 2012, conforme somos testemunhas.

É contraditório e causa muita estranheza o fato de a intervenção acontecer um ano após a eleição do Sindilimpe/ES. E mais de seis meses depois da posse estatutária dos diretores(as) eleitos pela Chapa Jogo Limpo. Todos(as) conhecidos pela de dignidade inabalável na luta dos trabalhadores(as) e da sociedade civil capixaba.

A intervenção agride a autonomia sindical e o direito à livre organização dos trabalhadores(as). Inclusive, beneficiando setores notoriamente minoritários, que apenas um ano após terem sido derrotados, terão a chance de disputar novas eleições!

Tudo isso traz a marca do retrocesso a períodos sombrios da história brasileira, quando o Estados ditatorial era quem mandava na organização dos trabalhadores(as). Algo que não podemos tolerar para não corrermos o risco de sermos as próximas vítimas! Pedimos que seja feita a verdadeira Justiça!

Em defesa da Autonomia Sindical!
Contra a Criminalização dos Movimentos Sociais!
Abaixo a Intervenção no Sindilimpe/ES.

Vitória, ES, 18 de novembro de 2013.

Assinam:
SINDIBANCARIOS, SINDIPUBLICOS, SINDSAUDEPREV, SISPMC, SINTUFES, SINTVEST, STR AGUA DOCE DO NORTE, AMUS, AMUCABULI, ASMOBC, CDDH-SERRA, COLETIVO NACIONAL LEVANTE, FORUM DE MULHERES-ES, FEJUNES, LEVANTE POPULAR DA JUVENTUDE-ES, MMC-ES, MST-ES, MPA-ES.

 

Imprima
Imprimir