Falta de quórum no Conselho Deliberativo impossibilita apreciação de relatório do caso Seguros, da ANABB

No dia em que seria apreciado o relatório sobre o caso Seguros pelo Conselho Deliberativo da Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB), apenas 10 dos 21 membros do Conselho compareceram à reunião, marcada para o dia 28 de outubro. Como o quórum não foi atingido, a apreciação do relatório e os encaminhamentos […]

No dia em que seria apreciado o relatório sobre o caso Seguros pelo Conselho Deliberativo da Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB), apenas 10 dos 21 membros do Conselho compareceram à reunião, marcada para o dia 28 de outubro. Como o quórum não foi atingido, a apreciação do relatório e os encaminhamentos relativos ao assunto não puderam ser feitos.

À exceção de Gilberto Santiago, que justificou ausência por motivo de saúde, os demais 10 conselheiros “ausentes” estavam na sede da ANABB e decidiram não ficar na sala de reuniões para impedir a instalação do quórum mínimo, que é de 11 conselheiros. Foram eles: Graça Machado, Augusto Carvalho, Denise Vianna, Cecília Garcez, Emílio Rodrigues, William Bento, Claudio Zucco, Nilton Brunelli, Ana Landin e Mércia Nascimento.

Ao abrir a reunião, assinaram a lista de presença apenas os conselheiros João Botelho (presidente), Luiz Careli, Luiz Oswaldo Sant’Iago, Isa Musa, Claúdio Lahorgue, Mário Tatsuo, José Branisso, Ilma Peres, Maria Goreti Barone e Paula Goto.

Veja outras informações sobre o caso Seguros:

Relatório dos Seguros deixa de ser apreciado pelo Conselho Deliberativo por falta de quórum

O caso Seguros

Imprima
Imprimir