Fenaban mantém proposta de 7%, com abono de R$ 3,5 mil

O Comando Nacional dos Bancários continua reunido com os representantes patronais

Em reunião iniciada na tarde desta quarta-feira (28), em São Paulo, os bancos mantiveram o índice de 7% para salários e demais verbas em 2016, com abono de R$ 3,5 mil, e índice composto de inflação (INPC) mais 0,5% para 2017, em modelo de acordo que seria válido para dois anos. O Comando Nacional dos Bancários continua reunido com os representantes patronais.

A greve da categoria chegou hoje ao 23º dia, com 356 agências fechadas no Espírito Santo, número recorde de adesão. Nacionalmente, são mais de 13 mil agências e 33 centros administrativos com atividades paralisadas.

Ontem, quando foi iniciada a rodada de negociação, os trabalhadores enfatizaram que só aceitariam o modelo bianual caso a proposta contemplasse ganhos reais, além das reivindicações de saúde, condições de trabalho, emprego, segurança e igualdade de oportunidades. Até o momento, a proposta dos bancos toca apenas no eixo de remuneração, sem considerar a pauta social da categoria.

Imprima
Imprimir

Comentários