Financiários conquistam reajuste de 8,22%. Proposta será votada dia 21

Em reunião de negociação da última terça-feira, 14, a Federação Nacional de Instituições de Crédito, Financiamento e Investimentos (Fenacrefi) apresentou proposta para a Convenção Coletiva dos Financiários 2014/2015, que inclui reajuste de 8,22% nos salários (aumento real de 2,02%), correção de 8,73% nos pisos (2,50% acima da inflação) e adicional de 20% no valor fixo […]

Em reunião de negociação da última terça-feira, 14, a Federação Nacional de Instituições de Crédito, Financiamento e Investimentos (Fenacrefi) apresentou proposta para a Convenção Coletiva dos Financiários 2014/2015, que inclui reajuste de 8,22% nos salários (aumento real de 2,02%), correção de 8,73% nos pisos (2,50% acima da inflação) e adicional de 20% no valor fixo da PLR, uma reivindicação antiga da categoria. A proposta será votada em assembleia geral na próxima terça-feira, 21, às 18 horas, na sede do Sindicato/ES (Rua Wilson Freitas, 93, Centro, Vitória).

Diferentemente dos bancários, os financiários têm data-base em 1º de junho, sendo que a variação do INPC no período de 12 meses foi de 6,08%.

A entidade patronal seguiu a Convenção Coletiva dos Bancários, garantindo proporcionalmente os reajustes. Além dos avanços econômicos, outra reivindicação dos trabalhadores aceita pela Fenacrefi é a criação de uma comissão paritária que vai discutir PLR, saúde e condições de trabalho.

Caso a proposta seja aprovada nas assembleias e o acordo for assinado, o pagamento das diferenças salariais retroativas a 1º de junho será efetuada na folha de novembro.

Veja a proposta da Fenacrefi

Imprima
Imprimir