Governo Hartung inicia preparativos para venda de fatia da Cesan

Matéria publicada originalmente no Século Diário O governador Paulo Hartung (PMDB) encaminhou à Assembleia Legislativa um projeto de lei (PL 491/2015) que permite a venda de uma fatia da Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan). A matéria será votada em regime de urgência na sessão desta terça-feira (15). O projeto autoriza a ampliação do aumento do […]

Matéria publicada originalmente no Século Diário

O governador Paulo Hartung (PMDB) encaminhou à Assembleia Legislativa um projeto de lei (PL 491/2015) que permite a venda de uma fatia da Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan). A matéria será votada em regime de urgência na sessão desta terça-feira (15). O projeto autoriza a ampliação do aumento do capital social da empresa por meio da emissão de novas ações, garantindo a possibilidade de alienação dos papéis. O texto prevê que o Estado continue como acionista majoritário da Cesan.

Na justificativa do PL, o governador argumenta que a medida tem como objetivo a ampliação da capacidade de investimentos da empresa. “Cumpre notar que tal iniciativa constitui passo fundamental para que o Estado possa alcançar a meta do Projeto de Universalização dos Serviços de Abastecimento de Água e Coleta e Tratamento de Esgoto, constante do ‘Projeto Espírito Santo 2025’”, afirmou Hartung.

Nos bastidores, as informações dão conta que a operação de venda de uma fatia já está consolidada, restando apenas a autorização legislativa. No mês passado, o Fundo de Investimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (“FI-FGTS”) aprovou o relatório de oportunidade prévia de investimento (Ropi) sobre a Cesan. O comitê de investimentos do Fundo já autorizou um aporte de até R$ 409,4 milhões na empresa.

O interesse do Fundo na aquisição da companhia capixaba é antigo. Em novembro de 2013, a revista Veja divulgou uma reportagem sobre as negociações em torno da integração da Cesan ao FIP Saneamento, fundo de investimento criado em 2010 pela Caixa Econômica Federal para a aquisição de empresas estaduais de água e esgoto. Hoje, a companhia vem de sucessivos lucros em sua operação. No ano passado, a Cesan registrou um lucro de R$ 100,73 milhões, ante R$ 70,74 milhões em 2013. A meta é universalizar os serviços de água nos 52 municípios atendidos até 2030.

Em outubro passado, o governo estadual mudou a cúpula da companhia. Denise Cadete foi substituída menos de um ano após tomar posse no cargo com a eleição de Hartung pelo atual diretor-presidente Pablo Ferraço Andreão, que tem origem na iniciativa privada.

Imprima
Imprimir