Greve atinge 346 agências no ES e bancários cobram avanço nas negociações

Os bancários capixabas seguem ampliando o número de agências fechadas no Espírito Santo. Nesta quinta-feira, 22, décimo sétimo dia de greve, já são 346 unidades paralisadas – onze a mais do que no início da semana. Na Grande Vitória 187 agências aderiram à greve: 39 da Caixa, 57 do Banestes, 41 do Banco do Brasil, […]

Os bancários capixabas seguem ampliando o número de agências fechadas no Espírito Santo. Nesta quinta-feira, 22, décimo sétimo dia de greve, já são 346 unidades paralisadas – onze a mais do que no início da semana.

Na Grande Vitória 187 agências aderiram à greve: 39 da Caixa, 57 do Banestes, 41 do Banco do Brasil, 13 do Santander, 15 do Itaú, 6 do HSBC, 15 do Bradesco e uma do Safra. Também estão paralisados nove departamentos administrativos da Caixa, o Centro de Processamento de Dados do Banestes (CPD) e o prédio do BB na Pio XII.

No interior do Estado são 159 agências fechadas, sendo 42 da Caixa, 49 do Banestes, 54 do BB, 2 do Santander, 5 do Itaú, 2 do HSBC, 4 do Bradesco, além do BNB de São Mateus.  

Os bancários aguardam hoje nova proposta da Fenaban em negociação que acontece a partir das 17 horas, em São Paulo. Ontem, os bancos apresentaram proposta de 8,75% de reajuste – índice que sequer cobre a inflação do último ano (9,8%) –, que foi rejeitada pelo Comando Nacional. A orientação é fortalecer o movimento de greve para pressionar os banqueiros a avançar nas negociações.

Recorde

No Espírito Santo, a greve bate recorde de agências fechadas desde o primeiro dia de paralisação. Em 2014, a adesão foi de 251 unidades.

“Os números desse ano refletem as péssimas condições de trabalho vivenciadas pelos bancários e a insatisfação com a proposta da Fenaban. Os bancários atuam sob forte pressão para o cumprimento de metas, sob assédio moral e com contingente insuficiente para o atendimento da população. Nossa greve não é só por salário, mas por condições de adequadas de trabalho e por dignidade”, salienta Jessé Alvarenga, coordenador geral do Sindicato dos Bancários/ES, que integra o Comando Nacional dos Bancários representando a Intersindical. 

 

*Atualizado às 14h50

Imprima
Imprimir