Greve cresce no ES e número de agências fechadas chega a 227 nesta segunda-feira

Continua aumentando a adesão dos bancários capixabas à greve nacional da categoria. Nesta segunda-feira, terceiro dia de paralisação, foram 227 agências fechadas em todo o Estado –145 na Grande Vitória e 82 no interior. O número é 25,2% maior que o registrado no primeiro dia de greve, que teve 170 agências paralisadas.  Na Caixa, 63 […]

Continua aumentando a adesão dos bancários capixabas à greve nacional da categoria. Nesta segunda-feira, terceiro dia de paralisação, foram 227 agências fechadas em todo o Estado –145 na Grande Vitória e 82 no interior. O número é 25,2% maior que o registrado no primeiro dia de greve, que teve 170 agências paralisadas.

 Na Caixa, 63 agências estão fechadas no Estado, 34 na Grande Vitória, que representa um percentual de 97,14% das unidades da região, e 29 no interior. Também estão fechados 7, dos 10 departamentos do banco.

No Banco do Brasil o número de agências fechadas é um pouco maior, 34 na região metropolitana e 35 no interior, totalizando 69. Já no Banestes a paralisação chega a 77,59% das unidades da Grande Vitória, parando 45 agências. No interior são 8 agências fechadas.

Vale destacar que também foram interrompidos os trabalhos no prédio Pio XII, do Brando do Brasil, no Centro de Processamento de Dados (CPD) do Banestes e no Bandes.

Em relação aos bancos privados, estão fechadas 39 unidades, 10 do Banco Santander, 11 do Bradesco, 11 do Itaú, 5 do HSBC, além do Bando Mercantil do Brasil e do Banco Safra.

Em algumas cidades do Estado, como Cachoeiro do Itapemirim, todas as agências de bancos públicos e privados estão fechadas.

Imprima
Imprimir