Jessé Alvarenga garante direito de tomar posse no Conselho de Administração do Banestes

“Essa foi uma vitória dos bancários, pois a decisão pode garantir a posse do conselheiro verdadeiramente eleito para representá-los”, afirmou Jessé.

Após a notificação do Banestes, Jessé vai exigir a sua posse

O diretor do Sindicato dos Bancários Jessé Alvarenga conseguiu liminar judicial que derruba a decisão do Banco Central de negar autorização para a sua posse no Conselho de Administração do Banestes. Jessé venceu a eleição realizada em março de 2016, mas foi impedido pelo Banco Central de tomar posse devido ao recurso movido pelo candidato derrotado Jovenal Gera com base na Lei n° 13.303, conhecida como lei das estatais.

Promulgada no dia 30 de junho de 2016, a Lei n° 13.303 proíbe a participação de dirigentes sindicais nos conselhos de administração de empresas públicas. Jessé, no entanto, foi eleito em março do mesmo ano, ou seja, três meses antes da promulgação da lei, que não tem efeito retroativo.

Assim que o Banestes for notificado da decisão, Jessé Alvarenga vai exigir a posse imediata. “Essa foi uma vitória dos bancários, pois a decisão pode garantir a posse do conselheiro verdadeiramente eleito  para representá-los”, afirmou Jessé.

 

 

Imprima
Imprimir