Justiça suspende prazo de validade do concurso da Caixa

O prazo de validade do concurso da Caixa realizado em 2014 foi suspenso por determinação da juíza Roberta de Melo Carvalho, da 6ª Vara do Trabalho de Brasília (DF). A liminar, concedida na sexta-feira, 29, garante que a prorrogação do concurso vale até o trânsito em julgado da Ação Civil Pública ajuizada pelo procurador Carlos […]

O prazo de validade do concurso da Caixa realizado em 2014 foi suspenso por determinação da juíza Roberta de Melo Carvalho, da 6ª Vara do Trabalho de Brasília (DF). A liminar, concedida na sexta-feira, 29, garante que a prorrogação do concurso vale até o trânsito em julgado da Ação Civil Pública ajuizada pelo procurador Carlos Eduardo Brisolla, do Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal e no Tocantins.

Segundo a diretora do Sindicato dos Bancários/ES, Lizandre Borges, a decisão da justiça contempla em parte o movimento sindical e os aprovados no processo seletivo. “Ficaremos plenamente satisfeitos se o resultado final for a nomeação dos aprovados até o número suficiente de acordo com a importância da Caixa e a demanda de atendimento, seja de clientes comerciais ou de políticas de inclusão social”, diz Lizandre.

Para ela, com a realização do concurso a Caixa gerou uma expectativa que não foi atendida. “A Caixa fez o concurso e propagandeou a abertura de milhares de vagas para atender a uma instituição financeira em expansão. Porém, mudou a estratégia e aplicou uma forte política de redução de quadro de pessoal, prejudicando o atendimento ao cliente e a execução de políticas sociais”, afirma.

Na decisão, a magistrada também estipulou que o banco observe a prioridade dos atuais aprovados, caso realize novos certames. E ainda proibiu que a Caixa promova concursos apenas para cadastro de reserva ou com número irrisório de vagas.

Com informações da Fenae

Imprima
Imprimir

Comentários