Novo bloco de rua protesta por melhorias no serviço público

No próximo dia 26, às vésperas do carnaval 2014, um novo bloco vai sacudir as ruas de Vitória: é o Bloco em Defesa do Serviço Público de Qualidade! Com o tema “Aperta que ele solta”, representantes de sindicatos e movimentos sociais vão às ruas protestar contra a falta de investimentos, a corrupção e o sucateamento […]

No próximo dia 26, às vésperas do carnaval 2014, um novo bloco vai sacudir as ruas de Vitória: é o Bloco em Defesa do Serviço Público de Qualidade! Com o tema “Aperta que ele solta”, representantes de sindicatos e movimentos sociais vão às ruas protestar contra a falta de investimentos, a corrupção e o sucateamento no serviço público estadual. A concentração será às 9 horas, em frente ao parque Tancredão, em Vitória.

“Vamos apertar o governo federal, estadual e os governos municipais em prol de mais investimentos em áreas como saúde, educação, mobilidade urbana e moradia. Não podemos aceitar que a população pague impostos altíssimos e continue sofrendo com a precariedade dos hospitais e postos de saúde, com a falta de vagas em escolas ou a falta de planejamento urbano”, explica Carlos Pereira de Araújo (Carlão), coordenador geral do Sindicato dos Bancários/ES.

O fim da corrupção e a valorização do servidor público estadual também serão temas da atividade, por isso, o Comando de Caça aos Corruptos (CCC) do Sindicato dos Bancários/ES marcará presença no ato. “Grande parte do dinheiro público, ao invés de ser aplicada em políticas sociais, é desviada para grandes empresários que financiam campanhas eleitorais através de isenções fiscais, superfaturamento de obras, parcerias público-privadas e terceirizações. Enquanto isso o serviço público e o seu servidor é cada vez mais desvalorizado. Convidamos a todos para participar do ato e fortalecer esse grito de denúncia”, conclui Carlão.

Apesar da seriedade e importância dos temas, o Bloco em Defesa do Serviço Público de Qualidade promete não deixar de lado a música e o bom humor típicos dos blocos de carnaval. E pra entrar no clima, uma marchinha que já embalou muitas manifestações dos trabalhadores: “É ou não é, piada de salão, tem dinheiro pra banqueiro, mas não tem pra educação!”. 

 

cartaz bloco 400

Imprima
Imprimir