Oito de março: um dia de luta para as mulheres

Nesta terça-feira, 08, é o Dia Internacional da Luta das Mulheres. Em Vitória, mulheres do campo e da cidade ocuparão as ruas com o “Bloco das feministas na rua contra o machismo, o racismo e o capital”. O bloco sairá da Praça de Jucutuquara, no Centro de Vitória, às 8 horas, e seguirá em direção […]

Nesta terça-feira, 08, é o Dia Internacional da Luta das Mulheres. Em Vitória, mulheres do campo e da cidade ocuparão as ruas com o “Bloco das feministas na rua contra o machismo, o racismo e o capital”. O bloco sairá da Praça de Jucutuquara, no Centro de Vitória, às 8 horas, e seguirá em direção ao Palácio Anchieta com muita batucada, poesia e gritos de ordem.

Além do ato, a programação do 08 de março, organizado pelo Fórum de Mulheres do Espírito Santo, composto por diferentes entidades e movimentos feministas, conta ainda com diversas atividades culturais e políticas no decorrer da semana. Dentre elas o FEME – Festival de Mulheres no Graffiti, que terá atividades como cineclube feminista, rima na praça, oficinas de pintura, oficina de mecânica básica de bicicleta, oficina de som e outras. Confira a programação completa

História

A data é em memória às mulheres operárias russas que em 1917 se organizaram e deflagraram uma histórica greve reivindicando melhores condições de trabalho e o fim do trabalho infantil. Muitos acreditam que o oito de março é uma data simbólica para relembrar o criminoso incêndio em uma fábrica têxtil em Nova Iorque. No entanto, um Dia Internacional da Mulher já vinha sendo pensado antes mesmo desse fato, que na verdade ocorreu em 25 de março. As trabalhadoras já se organizavam politicamente e pensavam a criação de um dia internacional para refletir e decidir políticas para as questões das mulheres.

Imprima
Imprimir